Rascunho automático

Eduardo Alencar sobre operação da PF: “É para atingir meu irmão”

Por Redação
2 Min
Segundo o prefeito, não havia necessidade desta apreensão já que toda documentação solicitada seria entregue
Segundo o prefeito, não havia necessidade desta apreensão já que toda documentação solicitada seria entregue

Em conversa exclusiva com o site Bocão News, o prefeito de Simões Filho, Eduardo Alencar (PSD), falou sobre a operação da Polícia Federal (PF) realizada, na manhã desta terça-feira (26), dentro da prefeitura do município, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). “Esta ação da PF é de cunho político para atingir meu irmão”, afirmou o prefeito, que está em Brasília, “para entregar justamente os documentos solicitados pela Polícia Federal. Esta é uma ação conjunta do Tribunal Regional Federal de Brasília a cargo do juiz Olindo Menezes, com a Controladoria Geral da União (CGU)”, disse.

Continua depois da Promoção

Segundo o prefeito, não havia necessidade desta apreensão já que toda documentação solicitada já será entregue e “sempre mantive as portas da prefeitura abertas. Não tenho nada a temer e estou tranquilo”, afirmou, estranhando apenas a atitude de uma funcionária pública do CGU, Renata Rezende, que segundo Alencar entrou na residência dele junto com a PF. “Estranhei por ser um funcionário público dentro da minha casa. A legislação não permite isso, cuja ação deve ser feita apenas pela Polícia Federal”, ressaltou.

O prefeito não detalhou informações sobre o teor dos documentos e disse que não irá se furtar em conceder todo material que for solicitado. A equipe de reportagem do site Bocão News já entrou em contato com o advogado de Eduardo Alencar para obter mais informações sobre a operação que ainda acontece e cuja coletiva deve ocorrer na tarde desta terça.

Bocão News

Continua depois da Promoção
Compartilhe Isso
- Advertisement -