Israel e Hamas Expressam Preocupações Sobre Listas de Prisioneiros no Último Dia da Trégua

Redação Redação 13468 vistos
2 Min

Em um momento crítico durante a trégua acordada, Israel e o grupo militante Hamas expressaram preocupações relacionadas às listas de reféns israelenses e prisioneiros palestinos, marcando o último dia do cessar-fogo. Uma fonte não identificada informou que mediadores do Catar estão empenhados em facilitar o diálogo entre ambas as partes, buscando resolver as questões pendentes e evitar possíveis atrasos.

O Hamas manifestou o desejo de estender a trégua, enquanto autoridades israelenses reiteraram a posição do país de concordar com um dia adicional de cessar-fogo para cada grupo de 10 reféns liberados, comprometendo-se a soltar três vezes o número de prisioneiros palestinos correspondente.

Um representante israelense anunciou que estão revisando a lista recebida durante a noite, que poderia ser a última relacionada aos reféns a serem libertados. Detalhes adicionais serão divulgados conforme a análise for concluída.

No domingo, o Hamas liberou 17 indivíduos, incluindo uma menina israelo-americana de 4 anos, elevando o total de libertações para 58 desde o início da trégua. Em resposta, Israel soltou 39 prisioneiros palestinos no mesmo dia, totalizando 117 desde o início da pausa nas hostilidades.

A situação humanitária em Gaza permanece uma preocupação, com relatos de pessoas visitando casas destruídas, aguardando assistência da ONU e expressando incertezas sobre o futuro após o término da trégua.

O cenário internacional também está envolvido, com países como Catar, Egito, Estados Unidos, União Europeia e Espanha trabalhando para estender o cessar-fogo. O Hamas indicou a intenção de buscar mais reféns para libertar, prolongando assim a trégua. O processo de avaliação de reféns para possível extensão do cessar-fogo pode continuar por até cinco dias após o término da trégua atual.

Compartilhe Isso
- Advertisement -