Com alta de casos na Europa, diretora da OMS se preocupa com a realização do carnaval no Brasil

0
Por: Pierre Virot/OMS

Mariângela Simão, diretora-geral assistente da Organização Mundial da Saúde (OMS) para Acesso a Medicamentos, afirmou que a quarta onda de casos de Covid-19 está próxima. A mobilização em torno do carnaval é um ponto a ser considerado, aponta a diretora.

“Me preocupa bastante quando vejo no Brasil que tem discussão sobre a abertura do carnaval. Isso é realmente uma condição extremamente propícia para aumento da transmissão comunitária. Precisamos planejar já as ações para 2022”, afirmou na última segunda-feira (22) na abertura no Congresso Brasileiro de Epidemiologia.

Nesta terça-feira, o BNews apontou que ao menos 43 cidades do estado de São Paulo cancelaram o carnaval de 2022 por conta da pandemia. A capital paulistana, deve manter o cronograma e criar um comitê com Recife, Salvador, Rio de Janeiro e Belo Horizonte afim de tomar decisões de forma conjunta.
A conversa sobre a realização do carnaval acontece no momento em que no Brasil tem a curva de casos e mortes em queda, já em países europeus enfrentam o ressurgimento de casos da nova Covid-19.

“Tivemos nas últimas 24 horas mais de 440 mil novos casos confirmados. E os dados cumulativos são 255 milhões de casos e 5,1 milhões de óbitos. E é claro que isso reflete uma enorme subnotificação em vários continentes. O mundo está entrando em uma quarta onda, mas as regiões têm tido um comportamento diferente em relação à pandemia”, declarou Mariângela.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.