Argentina cria RG para pessoas que não se identificam como homem ou mulher

0
© Daniel Becerril/Reuters

A Argentina instituiu um novo Documento de Identidade Nacional para pessoas não-binárias. Segundo o presidente Alberto Fernández, o objetivo da medida é garantir para pessoas que não se identificam como homem ou mulher.

“Existem outras identidades além do homem e da mulher que devem ser respeitadas”, declarou Fernández em coletiva na Casa Rosada.

Dessa maneira, o novo documento vai apresentar a terminologia “x” no campo do gênero no DNI e nos passaportes. “O que importa para o Estado saber a orientação sexual de seus cidadãos?”, questionou o presidente da Argentina, que confundiu identidade de gênero com orientação sexual.

Outros países já possuem documentos de identidade adequado às pessoas não-binárias: Canadá, Austrália e Nova Zelândia. Outro país que deve adotar tal medida são os Estados Unidos, que já revelou estar estudando a inclusão do campo não-binário nos passaportes. a medida também vale para os estrangeiros residentes na Argentina.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.