Oito profissionais de saúde têm overdose com vacina da Pfizer na Alemanha

0

Pfizer: farmacêutica obtém suas matérias-primas de fornecedores nos EUA e na Europa (Dado Ruvic/Reuters)

Sete mulheres e um homem, com idades entre 38 e 54 anos, que trabalham em uma casa de repouso em Stralsund, na Alemanha, tiveram uma overdose com a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela BioNTech-Pfizer.

Os profissionais faziam parte do grupo prioritário da campanha de vacinação local e receberam cinco vezes a dose recomendada do imunizante. “Lamento profundamente esse incidente, que se trata de casos isolados, gerados por erros humanos. Espero que nenhuma dessas pessoas tenha um efeito colateral grave”, declarou o governador Stephan Kerth.

Na ocasião, todo o conteúdo de um frasco da vacina foi injetado em cada funcionário, sendo que a dose usual da vacina é de 30 microgramas. Quatro das oito pessoas foram internadas para que pudessem ser mantidas em observação, por precaução. As reações relatadas foram dor no local da injeção e sintomas semelhantes aos da gripe e nenhuma outra reação adversa.

O administrador distrital informou ainda que doses maiores da vacina, quantidades de até 100 microgramas, já haviam sido testadas em cobaias sem consequências graves. Já a fabricante explicou que no frasco da vacina há o aviso de que a quantidade disponível é multidose,.

O produto deve ser administrado em duas injeções de 0,3 ml, respeitando um intervalo de duas ou três semanas. Os recipientes contêm seis doses, já que têm um excedente previsto pelo fabricante. O Ministério da Saúde alega que todos os profissionais envolvidos na campanha de vacinação estão cientes da existência dessa quantidade extra do produto e reforça o pedido que ela não seja utilizada no preparo de uma única injeção.

LEIA MAIS: Caixa paga Auxílio Emergencial para mais de 3 milhões de pes

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.