Nova cepa do coronavírus não é mais letal que a anterior, afirma Organização Mundial da Saúde

0
Foto: divulgação/OMS

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou que está trabalhando em conjunto com os países para entender como a mutação do novo coronavírus afeta a população. Em entrevista, o diretor-geral da entidade, Tedros Adhanom Ghebreyesus, acrescentou que essa modificação do vírus não é considerada mais letal do que a anterior. A declaração foi dada nesta segunda-feira (21/12).

A nova mutação do Sars-CoV-2 é considerada 70% mais transmissível do que a anterior, segundo levantamento elaborado por autoridades britânicas e já confirmado pela OMS. Com a mutação, foi observado aumento de até 0,4% na velocidade de transmissão.

De acordo com informações do UOL, Ghebreysus também pediu que líderes e população tenham cuidado e não usem a realidade da vacina para afrouxar as medidas de proteção à transmissão.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.