Acompanhe as últimas notícias da Cidade de Candeias na Bahia com credibilidade na informação sobre política, esportes e ações policias da região.

Após suposta ofensa racial, professor agride aluno de 14 anos

Crédito da Foto: reprodução / CNN

Uma briga entre um professor e um estudante virou o assunto do momento nos Estados Unidos. O incidente foi flagrado na última sexta-feira (2/11) numa escola em Los Angeles, na Califórnia. Imagens feitas por alunos da Maywood Academy High School mostram o professor de música Marston Riley, de 64 anos, dando vários socos no rosto de um aluno de 14 anos na frente da sala.

Estudantes contaram para o canal de televisão KTLA que o professor pediu para o aluno sair da sala por não estar usando o uniforme apropriado. Os presentes no local ainda disseram que o aluno gritou ofensas racistas para Riley, que é negro. O professor, então, deu diversos socos no menino que ainda tentou reagir em certo ponto. A briga só acabou quando um outro funcionário da escola separou os dois.

De acordo com a polícia local, o professor foi detido por agressão a um menor de idade. O aluno foi levado para o hospital com pequenas lesões, mas foi liberado. Um julgamento sobre o caso está marcado para o dia 30 de novembro.

Ofensa racial é crime no Brasil
Segundo o artigo 140 do parágrafo 3 do Código Penal Brasileiro, ofender a honra de qualquer pessoa com a utilização de elementos referentes à raça, cor, etnia, religião ou origem pode resultar em ação penal por injúria racial.

Racismo é crime previsto pela Lei 7.716/89 e deve sempre ser denunciado. A denúncia pode ser feita por e-mail (ouvidoria@seppir.gov.br), por telefone (0xx61 2025-7001 / 7002 / 7003 / 7004 / 7005) ou de forma presencial (endereço: Esplanada dos Ministérios, bloco A, 9º andar, CEP 70.054-906 – Brasília).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.