Vitória perde para o Barcelona de Ilhéus e deixa liderança do Baianão

Redação Redação 13641 vistos
5 Min

O Vitória foi derrotado pelo Barcelona de Ilhéus por 2 x 1 no Estádio Mário Pessoa (BA) e perdeu os 100% de aproveitamento no Campeonato Baiano. Nesta quarta-feira (24), Iury Castilho abriu o placar para o Leão, mas Natan e Cesinha viraram a partida para a Onça-Pintada.

Com o resultado na terceira rodada, o Vitória caiu para a segunda colocação com seis pontos. O Rubro-Negro ainda pode perder a posição para o Atlético de Alagoinhas e Juazeirense, mas sem risco de sair do G-4.

No próximo desafio, o Leão recebe a Juazeirense no Barradão. No domingo (28), a bola rola às 16h, pela quarta rodada do Baianão.

O JOGO

Primeiro tempo

A partida começou movimentada no Estádio Mário Pessoa (BA). Logo aos seis minutos, o Vitória abriu o placar com gol de Iury Castilho. O Barcelona de Ilhéus não sentiu o baque e buscou a virada. Aos 10, Natan empatou após jogada de Hadrian e, na sequência, Cesinha colocou a Onça-Pintada na frente, contando com a falha do goleiro Lucas Arcanjo. O Rubro-Negro tentou se reorganizar no jogo e conseguiu criar algumas chances para empatar com Castilho e Caio Dantas. Porém, o Leão não foi efetivo e o time ilheense foi para o intervalo com a vantagem.

Gol do Vitória! Aos seis minutos, Matheuzinho avançou pela direita e cruzou na segunda trave para Iury Castilho. O camisa 7 dominou e bateu no cantinho do goleiro Thiago Passos.

Gol do Barcelona de Ilhéus! Aos 10, Hadrian fez jogada pela esquerda e tentou o cruzamento, mas a defesa afastou. Na sobra, Natan chutou forte e empatou a partida.

Aos 16 minutos, Hadrian tabelou com Dionas Bruno na entrada da área e deu passe de letra para o camisa 21 chutar no canto esquerdo de Lucas Arcanjo, que fez a defesa.

Aos 19, Hugo Moura fez cruzamento pelo lado direito e Camutanga afastou. No rebote, Ramires finalizou no ângulo, sem deixar a bola cair, e o goleiro rubro-negro foi buscar.

Virada da Onça-Pintada! Na sequência, após cobrança de escanteio na segunda trave, Lucas Arcanjo soltou a bola no pé de Cesinha, que só teve o trabalho de empurrar para a rede.

Na trave! Aos 22 minutos, Dudu acionou Iury Castilho no lado esquerdo da área. O atacante bateu colocado no ângulo e a bola raspou no travessão.

Aos 35, Osvaldo cruzou na medida para Caio Dantas, que conseguiu cabecear entre a marcação, mas por cima da meta.

Nos acréscimos, Hugo Moura cobrou falta direto e o goleiro rubro-negro afastou o perigo.

Segundo tempo

No segundo tempo, o Barcelona de Ilhéus voltou melhor e acertou a trave logo aos quatro minutos com Dionas Bruno, após defesa de Lucas Arcanjo. O Vitória equilibrou a partida e tentava furar o bloqueio do adversário com jogadas pela lateral, mas sem criatividade. O jogo seguiu sem lances perigosos, com as duas equipes sem inspiração e terminou com o triunfo da Onça-Pintada.

Aos quatro minutos, Hadrian avançou até a linha de fundo e tocou para Dionas Bruno. O atacante finalizou e Lucas Arcanjo fez defesa à queima-roupa antes da bola bater no travessão.

Aos 14, Matheuzinho aproveitou jogada perdida por Caio Dantas e chutou cruzado, mas o goleiro Thiago Passos afastou para escanteio.

Aos 31 minutos, Matheuzinho bateu colocado da meia-lua da grande área, mas o goleiro do Barcelona fez a defesa.

FICHA TÉCNICA

Barcelona de Ilhéus 2 x 1 Vitória
Campeonato Baiano – 3ª rodada
Local: Estádio Mário Pessoa, em Ilhéus (BA)
Data: 24/01/2024 (quarta-feira)
Horário: 21h30
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)
Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha Matos (BA) e Daniella Coutinho Pinto (BA)
Quarto árbitro: José Lourenço Assis dos Santos Conceição (BA)

Gols: Natan e Cesinha (Barcelona de Ilhéus) / Iury Castilho (Vitória)
Cartões amarelos: Hugo Moura (Barcelona de Ilhéus) / Dudu (Vitória)

Barcelona de Ilhéus: Thiago Passos; Hugo Moura, Jadson Sergipano, Jaques e Lucas Araújo; Bruno Ritter © (Alan Mineiro), Ramires © e Hadrian (João Henrique); Dionas Bruno (Tauã), Natan e Cesinha (Ninho Xavier). Técnico: Betinho

Vitória: Lucas Arcanjo; Zeca © (Raúl Cáceres), Wagner Leonardo, Camutanga e Patric Calmon; Willian Oliveira, Dudu (Caio Vinícius) e Matheuzinho; Iury Castilho (Mateus Gonçalves), Osvaldo (Eric Castillo) e Caio Dantas (Zé Hugo). Técnico: Léo Condé

Compartilhe Isso
- Advertisement -