Joanna Jedrzejczyk aponta declínio de Zhang após luta entre elas: “Não é a mesma”

0
© Las Vegas, NV Mandatory Credits: Louis Grasse / PX Images UFC 248: Joanna Jędrzejczyk and Weili Zhang MGM Grand

Neste sábado (11), o UFC promove sua edição de número 275, em Cingapura. Além de duas disputas de título nas duas lutas principais, o evento conta com outro combate que tem gerado enorme expectativa entre os fãs do esporte: a revanche entre as ex-campeãs peso-palha (52 kg) Joanna Jedrzejczyk e Zhang Weili.

No primeiro confronto entre elas, as duas lutadoras protagonizaram uma batalha épica durante 25 minutos, que terminou com a vitória, na decisão dividida, da chinesa. O combate, considerado por muitos como a maior peleja feminina de MMA da história, ganhou o prêmio de ‘Luta do Ano’.

Agora, as rivais voltam a se enfrentar e, para Jedrzejczyk, há uma clara diferença para o primeiro encontro. Em entrevista ao site ‘MMA Junkie’, a polonesa mostrou empolgação com a possibilidade de medir forças novamente com Zhang, mas alertou para a queda de rendimento da lutadora asiática desde se enfrentaram em 2020. Ainda assim, a ex-campeã espera repetir o sucesso da primeira peleja.

“Eu acho que ela não é a mesma depois da nossa primeira luta. Claro que eu perdi, mas ela não é a mesma. Mas ela ainda é uma das mais perigosas na divisão. Vai ser uma grande luta”, opinou Joanna.

Recordista de defesas de título na divisão dos palhas, Joanna Jedrzejczyk não se apresenta no octógono mais famoso do mundo desde a primeira luta contra Zhang Weili. Após a contestada derrota para a chinesa, que valia a reconquista do cinturão da categoria, a polonesa optou por tirar um período sabático, citando também a falta de público durante a pandemia como um dos motivos que levaram ao hiato em sua carreira.

Por sua vez, Zhang Weili disputou mais dois combates depois de superar Jedrzejczyk em 2020. No primeiro, a chinesa foi nocauteada por Rose Namajunas, encerrando seu reinado na divisão dos palhas. Na revanche contra a americana de ascendência lituana, nova derrota da lutadora asiática, desta vez por decisão dividida dos juízes.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.