Acompanhe as últimas notícias da Cidade de Candeias na Bahia com credibilidade na informação sobre política, esportes e ações policias da região.

Roger Machado busca resolver problemas do Bahia para disputa pelo G6

O Bahia é uma das surpresas positivas na temporada do Brasileirão, principalmente após um início rodeado por altos e baixos. Um dos segredos está na forma por meio da qual o treinador Roger Machado tem escalado a equipe, que possui uma das melhores defesas da competição. No entanto, o treinador ainda busca solução para dois problemas: o fraco desempenho na parte ofensiva e o desgaste físico pela alta quantidade de jogos.

Em entrevista após o empate por 0 a 0 com o São Paulo, no dia 10 de outubro, o treinador do Bahia admitiu que ainda existem problemas no setor ofensivo do time. A equipe teve poucas oportunidades de gol nos 90 minutos e repetiu um problema que acontece desde o início da disputa. Até a 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, por exemplo, o tricolor havia marcado apenas 28 gols. São mais de 20 gols de diferença para o Flamengo, que possui o ataque mais positivo da tabela.

Porém, esse não é o único problema que Roger Machado precisa enfrentar no elenco baiano. A equipe tem sofrido com a maratona de jogos e os problemas físicos começaram a aparecer nos jogadores. O artilheiro Gilberto não atuou no início de outubro e sofre para se recuperar das partidas, o que força mudanças táticas. A solução pode ser rodar o elenco, mas é algo que o técnico não vê com bons olhos.

A disputa pelo G6 não será fácil para o Bahia, principalmente com a concorrência de Internacional, Grêmio, São Paulo e Corinthians. Os palpites de futebol para hoje colocam todos esses times na disputa pelas primeiras posições, porém não existe vaga para todos. O objetivo é ficar, pelo menos, na 5ª ou na 6ª colocação. Isso significaria se classificar para as primeiras fases da Libertadores, o que já marcaria essa temporada.

Do outro lado

Enquanto o Bahia sonha alto no continente, o Vitória passa por um dos piores anos do clube. A equipe não consegue uma regularidade na disputa da Série B e ainda está longe de se afastar da zona de rebaixamento. Até a 27ª rodada, o Leão da Barra havia somado apenas 29 pontos, ficando constantemente entre os piores da tabela. O time venceu apenas sete jogos até outubro, após acumular uma sequência de resultados negativos no primeiro semestre.

O treinador Geninho se mostra otimista na luta contra a Série C, mas afirmou que toda a ajuda possível será necessária. Ele pediu para que a torcida apareça no estádio, pois assim o elenco cresce dentro de campo. Os resultados ruins e o pouco futebol têm afastado o público do Barradão. Algo que pode melhorar, segundo o próprio treinador, mas todo mundo precisa se ajudar um pouco.


Bahia e Vitória fazem temporadas com objetivos diferentes, e apenas em dezembro vamos poder ter uma noção mais clara do resultado. Enquanto o Tricolor pode finalmente voltar a jogar uma Libertadores, o rubro-negro precisa de calma para ficar na Série B e depois sonhar com a elite do futebol nacional. São objetivos complicados, mas com a força da torcida é possível acreditar no crescimento e no sucesso do futebol baiano em 2019.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.