Acompanhe as últimas notícias da Cidade de Candeias na Bahia com credibilidade na informação sobre política, esportes e ações policias da região.

Com Walace de titular, Brasil enfrenta o Uruguai em amistoso nesta sexta-feira

Com Walace de titular, Brasil enfrenta o Uruguai em amistoso nesta sexta-feira

Já de olho na Copa América de 2019, a Seleção Brasileira entra em campo nesta sexta-feira (16) para seu penúltimo amistoso em 2018, contra o Uruguai. O tradicional rival sul-americano dará uma nova chance a Tite de experimentar com a escalação, visando definir o elenco para a disputa do torneio continental.

Tradicionais figuras no pós-Copa da Canarinho, Casemiro e Philippe Coutinho não entrarão em campo no Emirates Stadium (Londres), lesionados. O Uruguai também sofre com desfalques, mas tem uma carta na manga para sair com a vitória: a dupla Cavani e Suárez.

Em coletiva concedida nesta quinta-feira (15), véspera do amistoso, Tite manteve o mistério sobre a escalação da equipe, mas deixou escapar a presença do volante Wallace entre os titulares, em razão da lesão de Casemiro.

“O Casemiro não vai, então o Walace vai jogar, pois é um jogador da função e foi convocado pra isso. Não vou enrolar. É o momento em que há uma série de modificações, e você acaba oscilando dentro do jogo, porque se mexe muito. Diferente de uma equipe que vinha sendo repetida. Se joga Arthur, Paulinho ou Renato, são características diferentes, se ajudam diferentes. Não vou facilitar e quero potencializar o que pode ser surpresa para outra equipe”, disse Tite.

O comandante da Seleção também falou sobre cobranças por vitórias e traçou o caminho que o Brasil precisa fazer na Copa América de 2019 para que ele se mantenha no cargo. O treinador também destacou que este é o momento de dar oportunidades à novas caras.

“É preciso jogar muito bem e ganhar. No mínimo, chegar à final. Antes ter um grande desempenho. Quero fazer o meu trabalho e dar o melhor no dia a dia, crescer como profissional. Até onde vai o trabalho não sei. Nossa cultura é de um país que transpira futebol. Eu também penso que, pelo nível dos atletas, precisamos chegar longe nas competições.Uma seleção é forte no seu conjunto. Tenho certeza que é um momento tanto para o (Óscar) Tabárez quanto para nós de dar oportunidade para outros atletas. Uma série de fatores são importantes nessa evolução do atleta para ele se credenciar a estar numa Copa América e uma Copa do Mundo”, destacou.

Brasil e Uruguai se enfrentam nesta sexta-feira, às 17h (horário de Salvador), em Londres.

Por: Redação Galáticos Online

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.