Atriz Giselle Itié diz que tentou adotar menina morta em Caraíva

0

A atriz Giselle Itié usou as redes sociais nesta quinta-feira (16) para lamentar a morte de Nayra Gatti, adolescente de 14 anos que foi encontrada morta em uma área de mangue, em Caraíva, distrito de Porto Seguro, no sul da Bahia.

Em entrevista à Glamour, ela contou que conheceu a menina em junho de 2019, durante uma viagem com amigos. Na ocasião, ela disse que Nayra e a irmã, Nereia, eram “abandonadas” pelo pai. Por isso, tentou adotá-las.

Nayra estava na companhia do pai, na noite de quinta-feira (9), quando avisou que voltaria para casa, na Aldeia Xandó — uma caminhada de aproximadamente dez minutos. Não retornou. Ao Metro1, a astróloga Maria Ribeiro, 29 anos, conta que os moradores só souberam do sumiço na sexta-feira, quando o pai, o argentino Sebastian Gatti, pediu ajuda para procurar a menina.

“A gente está muito preocupado porque sabemos que na vila tem um monstro dentro”, disse Sebastian ao Metro1. Em janeiro de 2020 e em agosto de 2021, duas mulheres foram estupradas no distrito. Em um dos casos, o ato gerou repercussão nacional por se tratar de um estupro coletivo de uma turista espanhola. No caso de Nayra, a Polícia Civil afirmou que o material genético de quatro homens já foi coletado.

Em publicação no Instagram, ela mostrou uma sequência de fotos e falou, sem entrar em detalhes, sobre sua relação com a garota. Giselle ainda disse que se sente culpada pelo ocorrido.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.