Mulher cria picolé em formato de pênis para o Carnaval; “chupa que hidrata”

0

Além da famosa promoção de três latões de cerveja por R$ 10, parece que os foliões vão ganhar uma forma inusitada para se refrescar no Carnaval 2020. A aposta é da pernambucana Tayná Maísa, uma jovem cozinheira de 24 anos que criou a ‘picalé’, um picolé em formato de pênis que já conquistou a internet. Nas redes sociais, as publicações sobre a sobremesa já obteve 1000 curtidas tanto no Facebook como no Twitter, além de 700 no Instagram.

Segundo Tayná, a ‘picalé’ surgiu após sugestão de colegas do curso de confeitaria para uma atividade em que os alunos deveriam criar sobremesas para serem vendidas em festas como o Carnaval e o Natal. Tayná pensou em criar um doce diferente que fizesse sucesso entre os foliões.

Inicialmente, a ideia era fazer um bolo no formato de pênis que seria chamado no feminino ‘bola de rola’. “Como aqui em Pernambuco a gente tem bolo de rolo, eu pensei em criar um nesse formato, mas depois vi que seria difícil vender no Carnaval. Foi aí que surgiu a ideia desse picolé em formato de pênis”, contou ela.

Depois disso a jovem foi atrás da fôrma para a sobremesa e fez um teste com amigos e foi um sucesso, segundo ela. “As pessoas ficaram elogiando. Elas diziam que era uma ideia massa, uma ideia genial”, falou.

Oi gente eu sou Tayná Maísa, Criadora do Picalé, o picolé mais exótico de Pernambuco.
Me sigam no Instagram @__eitapreta eu só criei Twitter por conta da repercussão e estou grata e feliz pelos compartilhamentos.
Usem minha hasteg #chupaquehidrata #picolédebilola pic.twitter.com/UysjxMOqu8

— __eitapreta (@eitapreta2)
February 5, 2020
Depois do sucesso nas redes sociais, Tayná contou que tem sido bastante procurada para fazer as picalés e espera ter condições de atender ao pedidos. “A demanda tem sido muito alta”. A jovem espera continuar vendendo os picolés mesmo após o Carnaval, principalmente, para eventos LGBT.
Estou na produção das Picalés rosinhas elas estão tão bunitinhas hahahaha
Eae vocês gostaram dessa cor??? #chupaquehidrata #picolédebilola #carnavrau pic.twitter.com/uZxKKqxaTj

— __eitapreta (@eitapreta2)
February 5, 2020
Ao JC, Tayná falou que tentou fazer os doces com formato de vagina, mas o custo-benefício não seria vantajoso para ela.
“Além de ser muito grande, quando eu fosse vender o picolé de vagina a R$ 10, as pessoas não iriam querer comprar”, disse. “Eu também gastaria muito material e tempo, correndo o risco de não dar certo”, completou.

Ingredientes e preço
Com o slogan “Chupa que hidrata”, a ‘picalé’ tem como ingredientes chocolate meio amargo, sorvete de vários sabores, como abacaxi e cachaça. “Eu tentei fazer de cerveja, não deu muito certo”, conta. A sobremesa que será vendida nas ladeiras de Olinda e nas ruas do Recife para refrescar os foliões pode ser encomendada e custa R$ 5,00 cada.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Secured By miniOrange