4 dicas para economizar na compra do material escolar

0

O material escolar é um dos principais gastos das famílias brasileiras no começo do ano. A boa notícia é que você pode economizar nessas compras para não prejudicar o orçamento. Veja 4 dicas práticas para poupar dinheiro nas compras para a escola.

O começo do ano é marcado pela compra de material escolar para quem tem filhos. Com tantos produtos e preços, poupar dinheiro pode parecer um verdadeiro desafio. Mas saiba que com algumas dicas práticas é possível economizar na compra do material escolar das crianças. Veja mais a seguir!

1. Faça pesquisas de preços pela internet

 Muita gente começa a busca pelos materiais em lojas físicas, e uma vez dentro do estabelecimento, acaba fazendo as compras sem nem pesquisar por preços melhores. Antes de visitar qualquer comércio, faça uma boa pesquisa de preços pela internet e até cogite comprar online, caso a loja em questão não tenha uma unidade na sua cidade. Várias lojas fazem promoções nessa época do ano, para liberar o estoque comprado e não vendido.

O consumidor que fizer uma boa pesquisa pode encontrar promoções de grandes redes que compensam até mesmo o frete. Nas ofertas nas Lojas Americanas os cadernos tipo universitário e estojos aparecem no catálogo por cerca de R$10, além uma série de kits prontos com os principais produtos de uma lista de materiais.

Para fazer essa pesquisa de preço, além de acessar o e-commerce de cada loja, o consumidor pode utilizar sites que comparam preços como o Zoom e o Buscapé ou as plataformas de encartes virtuais, como o Kimbino. Nesse tipo de site, é possível visualizar os catálogos das principais marcas e comparar as ofertas em poucos minutos.

2. Se atenha a lista de materiais

O mundo dos materiais escolares contam com cores e designs capazes de atrair até mesmo os adultos, o que pode ser uma verdadeira armadilha para quem precisa controlar o orçamento. Não importa se você está comprando online ou optou por ir pessoalmente à uma loja, antes de concluir a compra observe se tudo que está ali realmente faz parte da lista. É possível que você perceba vários itens que foram colocados na cesta sem necessidade.

Imagem de Gábor Adonyi por Pixabay

Uma dica para facilitar essa etapa é não levar as crianças para as compras de material escolar. Na presença dos pequenos, negar um pedido fica muito mais difícil. Se você sabe que vai ser desafiador para as crianças focarem somente na lista de materiais da escola, cogite fazer essa compra sem companhia.

3. Antes de comprar, veja o que pode ser reaproveitado

Ao receber a lista de materiais escolares do seu filho provavelmente você vai notar itens que se repetem anualmente, como tesoura, lápis de cor, giz de cera, canetas esferográficas, etc. Antes de sair comprando, que tal conferir o que você já tem em casa e reutilizar o que está em bom estado?

Embora essa dica ajude na economia, ela também é interessante do ponto de vista ambiental. Segundo dados da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), divulgados pela Agência Brasil, o país gera cerca de 79 milhões de toneladas de resíduos sólidos urbanos por ano, sendo o campeão na geração de lixo entre as nações da América Latina. Sem dúvidas, muitos materiais escolares com pouco uso entram para esse montante.

A ideia é simples: com a lista em mãos, separe o que sobrou de material escolar do ano anterior e avalie se é possível riscar alguns itens da lista. Muitas vezes, até mesmo cadernos pouco utilizados no ano que passou podem ser reaproveitados, além dos itens citados anteriormente. Reutilizar materiais vai dar uma boa ajuda para economizar.

4. Faça um grupo de compras com outros pais

Assim como você quer economizar na compra de materiais escolares, outros pais estão na mesma situação. Uma dica é criar um grupo pelo WhatsApp com os pais de outras crianças para ver se há o interesse em realizar uma compra conjunta. Itens que são muito personalizados não precisam entrar nas compras, mas conjuntos de canetas, lápis e até cadernos podem ser divididos.

Essa dica é interessante para fazer compras em atacado, onde a quantidade faz toda a diferença no preço. O grupo pode se organizar para que todos façam as compras juntos ou definir um líder que vai ser responsável pela função. Para não dar confusão, vale relembrar da primeira dica e fazer pesquisas de preços em plataformas de folhetos online ou comparador de preços e já ter um valor por pessoa em mente.

Outro item que pode ser comprado em conjunto são os livros didáticos. Muitas livrarias oferecem preços especiais para quem compra em grande

Imagem de Free-Photos por Pixabay.

Na hora de fazer as compras, não deixe de analisar os itens que aparecem na lista. Produtos de higiene e limpeza, ou itens usados na área administrativa, não podem ser solicitados pela escola, assim como a instituição não pode obrigar os pais a comprarem em uma loja específica. Seguindo as dicas que apresentamos, certamente você vai conseguir fazer uma boa economia.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Secured By miniOrange