Acompanhe as últimas notícias da Cidade de Candeias na Bahia com credibilidade na informação sobre política, esportes e ações policias da região.

MEC libera 3 mil das 11 mil bolsas bloqueadas de pós-graduação de cursos com alta avaliação

Foto: Reprodução / TV Globo

O Ministério da Educação (MEC) anunciou na última quarta-feira (11) que vai desbloquear 3.182 bolsas de pós-graduação dos cursos que receberam melhor avaliação pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). A medida irá custar R$ 22,4 milhões no orçamento para este ano da pasta.

Antes do anúncio, o MEC e a Capes já haviam anunciado em três momentos o bloqueio, congelamento ou corte de 11.811 bolsas. Com a liberação das pouco mais de três mil na quarta, outras 8.692 bolsas seguem suspensas.

Ao anunciar o bloqueio de cinco mil bolsas, a Capes comunicou que sua previsão era ter metade do Orçamento de 2019 em 2020. Agora, o MEC anunciou que vai incorporar mais R$ 600 milhões para o Orçamento da Capes no próximo ano. Assim, o valor subirá de R$ 2,45 bilhões para aproximadamente R$ 3,05 bilhões.

Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, um acordo foi firmado com o Ministério da Economia, mas não disse de onde virá o dinheiro. “Os detalhes, temos que esperar o Orçamento-Geral da União. A construção do orçamento é dinâmica”, afirmou.

Ainda de acordo com Weintraub, o bloqueio dessas vagas ocorreu porque a prévia do Orçamento 2020 não previa espaço para esses pagamentos. Depois da reunião desta quarta, a expectativa é de que a assinatura da Educação para 202 seja reforçada.

“A gente só vai dar a bolsa se a gente tiver uma convicção muito grande que a gente consegue pagar. Como a gente ainda não tinha encontrado a solução, a gente pediu alguns poucos dias, embora alguns veículos não tenham sido leais […] Encontramos a solução, e estamos soltando 3.182 novas bolsas”, declarou Weintraub.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.