Professores baianos rejeitam proposta de Lula; greve nas federais segue

Por Redação
3 Min

O Sindicato dos Professores das Instituições Federais de Ensino Superior da Bahia (Apub) rejeitou a proposta do governo Lula e decidiu manter a greve nas federais da Bahia nesta sexta-feira (24/5).

Após uma votação que contou com 347 votos a favor da continuidade da greve, 136 votos pelo fim da paralisação e cinco abstenções, ficou estabelecido que a greve será mantida por tempo indeterminado. Em relação à proposta apresentada pelo presidente, a decisão de rejeitá-la foi tomada por uma ampla maioria, com 199 votos a favor e 369 votos contra a proposta do governo.

Na última terça-feira (21/5), o governo Lula (PT) anunciou a chamada “proposta final” aos professores de universidades e institutos federais, deixando claro que não haverá espaço para novas negociações por parte da categoria. Segundo as informações divulgadas pelo governo, os docentes universitários não terão aumento salarial em 2024, porém receberão reajustes que variam de 13,3% a 31% entre os anos de 2025 e 2026.

A decisão da Apub de manter a greve nas instituições federais da Bahia evidencia a insatisfação dos professores com a proposta apresentada pelo governo. Para os grevistas, as condições oferecidas não atendem às demandas da categoria e não garantem melhorias significativas em suas condições de trabalho.

A greve nas federais da Bahia tem impactos diretos no funcionamento das instituições de ensino, prejudicando tanto os estudantes quanto os próprios professores envolvidos no movimento. As partes envolvidas no impasse seguem em busca de uma solução que seja satisfatória para ambas as partes, visando o retorno às atividades normais o mais breve possível.

As manifestações dos professores e a decisão da Apub em rejeitar a proposta do governo Lula demonstram a união e a determinação da categoria em buscar melhorias em suas condições de trabalho e salariais. O diálogo entre as partes envolvidas é essencial para encontrar uma saída para a situação e garantir que as demandas dos professores sejam atendidas de forma justa e adequada.

Acompanhe as próximas notícias e atualizações sobre a greve nas federais da Bahia para ficar por dentro de todos os desdobramentos desse importante movimento. A luta dos professores e a busca por melhores condições de trabalho são temas de extrema relevância para a sociedade como um todo, sendo fundamental acompanhar e apoiar as iniciativas que visam a valorização da educação e dos profissionais que nela atuam.

Compartilhe Isso
- Advertisement -