Inflação ao consumidor da zona do euro desacelera para 2,4% em março

Por Redação
1 Min

O índice de inflação do consumidor (CPI, na sigla em inglês) da zona do euro confirmou a desaceleração e registrou uma taxa anualizada de 2,4% em março, em comparação com os 2,6% de fevereiro. A variação final correspondeu às previsões do consenso de analistas da LSEG. Há um ano, a taxa estava em 6,9%.

A variação mensal atingiu 0,8%, apresentando uma ligeira aceleração em relação aos 0,6% de fevereiro, mas ainda dentro das expectativas dos analistas.

Já a inflação anual da União Europeia foi de 2,6% em março de 2024, abaixo dos 2,8% registrados em fevereiro. Um ano antes, a taxa era de 8,3%.

Os países com as taxas anuais mais baixas foram **Lituânia** (0,4%), **Finlândia** (0,6%) e **Dinamarca** (0,8%), enquanto as mais altas foram observadas na **Romênia** (6,7%), **Croácia** (4,9%), **Estónia** e **Áustria** (ambas 4,1%).

Em comparação com fevereiro, a inflação anual diminuiu em 13 Estados-membros, permaneceu estável em quatro e aumentou em dez.

No mês de março, a maior contribuição para a inflação anual da zona do euro veio dos serviços, seguidos de produtos alimentares, álcool e tabaco, bens industriais não energéticos e produtos de energia.

TAGGED: ,
Compartilhe Isso
- Advertisement -