Rascunho automático

Consumidores da zona do euro preveem inflação menor nos próximos 12 meses, segundo o BCE

Por Redação
2 Min

Uma pesquisa divulgada pelo Banco Central Europeu (BCE) nesta terça-feira (2) revelou que os consumidores da zona do euro reduziram suas expectativas para a inflação nos próximos 12 meses. De acordo com a taxa mediana na edição de fevereiro do BCE, a expectativa é que os preços subam 3,1%, em comparação com a estimativa de 3,3% registrada em janeiro. Essa é a menor previsão desde o início da guerra entre Rússia e Ucrânia, em fevereiro de 2022.

Continua depois da Promoção

Para os próximos três anos, a previsão dos consumidores para a inflação no bloco permaneceu inalterada, em 2,5%. Vale ressaltar que a meta oficial de inflação do BCE é de uma taxa de 2% no médio prazo.

No mês de fevereiro, a taxa anual da inflação ao consumidor na zona do euro ficou em 2,6%, uma desaceleração em relação aos 2,8% registrados em janeiro. A pesquisa do BCE abrange 11 países da zona do euro, que representam 96% do Produto Interno Bruto (PIB) e 94% da população do bloco.

O destaque da pesquisa foi a redução das expectativas de inflação dos consumidores para os próximos 12 meses, refletindo um cenário de incertezas econômicas. A análise dos dados sugere uma cautela por parte dos consumidores em meio à instabilidade causada pelos conflitos geopolíticos.

Continua depois da Promoção

É importante acompanhar de perto essas projeções de inflação, pois elas têm impacto direto na economia e no poder de compra dos cidadãos da zona do euro. A expectativa é que o BCE continue monitorando de perto esses indicadores e adotando medidas necessárias para manter a estabilidade econômica na região.

Compartilhe Isso
- Advertisement -