Magda afirma: exploração de petróleo na costa é essencial

Por Redação
3 Min

A nova presidente da Petrobras, Magda Chambriard, defendeu, nessa segunda-feira (27), a importância do avanço das atividades exploratórias na costa brasileira, incluindo a Margem Equatorial, para garantir a segurança energética do país e o abastecimento interno de combustíveis. Em sua primeira entrevista depois de tomar posse, ela abordou a situação envolvendo o plano de exploração de petróleo na foz do Rio Amazonas, que está enfrentando resistência no Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima (MMA).

Segundo Magda, a empresa assumiu o compromisso de zerar as emissões de carbono até 2050, visando alcançar o net zero, termo que está sendo adotado globalmente. Ela ressaltou a necessidade do MMA compreender a importância da exploração de petróleo e gás para liderar a transição energética. A Petrobras planeja investir em projetos de captura de CO2, energia renovável, derivados e petróleo verde, além de esforços na direção do hidrogênio.

A Margem Equatorial, que se estende do Rio Grande do Norte ao Amapá, é uma região geográfica com grande potencial para o setor de óleo e gás. No Plano Estratégico 2024-2028, a Petrobras prevê investimentos de US$ 3,1 bilhões em pesquisas na Margem Equatorial, com a expectativa de perfurar 16 poços ao longo de quatro anos.

No entanto, a exploração de petróleo na foz do Amazonas tem gerado preocupações entre grupos ambientalistas, que temem impactos à biodiversidade. O Ibama negou o pedido da Petrobras para atividades de perfuração marítima no bloco FZA-M-59 e a estatal apresentou pedido de reconsideração. O Ibama, por sua vez, considerou que a nova solicitação não pode ser analisada sem os estudos relativos aos povos indígenas.

Magda reafirmou a preocupação da Petrobras com a sustentabilidade, destacando que a empresa oferece cuidados ambientais além do exigido por lei. Ela mencionou o investimento em biorrefino e o cancelamento da venda de cinco refinarias para atender a demanda por biocombustíveis. A presidente da Petrobras ressaltou a importância do refino como gerador de valor e destacou a necessidade de manter os esforços exploratórios em prol da segurança energética do país.

Com informações da Agencia Brasil

Compartilhe Isso
- Advertisement -