Agência alemã visita FAPESP para debater colaborações em pesquisa: destaque para representantes e parcerias internacionais

Por Redação
4 Min

Dirigentes da FAPESP se reuniram com representantes da Sociedade Alemã de Amparo à Pesquisa (DFG, na sigla em alemão) na última segunda-feira (17/06), na sede da Fundação. O objetivo do encontro foi discutir a ampliação de novas colaborações em pesquisas, compartilhar experiências sobre desburocratização de processos, uso de inteligência artificial na seleção de bancas e programas, além dos preparativos para a FAPESP Week Berlim 2025.

“A DFG é um dos nossos principais parceiros. São mais de 20 anos de colaboração. Trabalhamos bem juntos e espero que isso continue por muito tempo. Atualmente, temos parceria de pesquisa em todas as áreas de conhecimento tanto no âmbito de financiamento individual quanto de programas de financiamento coordenados”, destacou Marco Antonio Zago, presidente da FAPESP.

As duas instituições têm também uma longa experiência conjunta na produção de policy bodies, material para a formulação de políticas públicas nas mais diferentes áreas do conhecimento.

Marcio de Castro Silva Filho, diretor científico da FAPESP, destacou a atuação dos 28 Centros de Ciência para o Desenvolvimento (CCDs) financiados pela Fundação e constituídos para articular pesquisadores de universidades e institutos estaduais de pesquisa com gestores de órgãos públicos e de empresas em projetos orientados à solução de problemas concretos e com relevância social ou econômica para São Paulo.

Outro ponto abordado na reunião foi a importância dos Centros de Pesquisa em Engenharia (CPEs)/Centros de Pesquisa Aplicada (CPAs) que, a partir da parceria com empresas privadas, têm avançado no entendimento sobre temas diversos, como biodiversidade, bioenergia, mudanças climáticas, fármacos e petróleo e gás.

A reunião também serviu para a troca de experiências sobre mudanças recentes nas duas instituições relacionadas à desburocratização de processos e à utilização de inteligência artificial no contexto de submissão e avaliação de propostas. Heide Ahrens, secretária-geral da DFG, destacou a relevância desses tópicos e o insight importante proporcionado pela FAPESP.

Os representantes também comentaram sobre a FAPESP Week Berlim, prevista para abril do próximo ano, que reunirá cientistas de São Paulo e da Alemanha em sessões acadêmicas com apresentações e debates sobre resultados científicos relevantes para as duas regiões, estimulando colaborações em pesquisa. A DFG será a parceira da FAPESP na organização do evento.

Do lado da DFG, também participaram do encontro Lisa-Marie Frühauf, assistente da secretária-geral da DFG; Christina Peters, diretora do Escritório para a América Latina em São Paulo; Dietrich Halm, diretor para Cooperação com a América Latina; Cíntia Toth, gerente de Programa no Escritório para a América Latina em São Paulo; Raquel Nascimento, oficial de Programas no Escritório para a América Latina em São Paulo; e, pela FAPESP, Concepta McManus, gerente de Colaborações em Pesquisa da Diretoria Científica da FAPESP; Raul Machado Neto, assessor da Presidência da FAPESP; e Alexandre Roncatto, coordenador de Programas da Diretoria Científica da FAPESP.

Informações da Agência FAPESP

Compartilhe Isso