SAO JOAO
SAO JOAO

Mensagens de WhatsApp auxiliam idosos do SUS a combater a depressão

Por Redação
2 Min

O WhatsApp pode ser um recurso poderoso para ultrapassar a barreira da solidão e contribuir positivamente para a melhoria de quadros de depressão em idosos. Um estudo realizado em Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município de Guarulhos revelou que o uso de mensagens de WhatsApp foi eficaz no tratamento de curto prazo da depressão em idosos.

A pesquisa, liderada por Marcia Scazufca, professora na pós-graduação do Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FM-USP), envolveu 603 participantes com idade superior a 60 anos. Os participantes foram divididos em dois grupos, um recebendo mensagens de WhatsApp do programa “Viva a Vida” e o outro recebendo apenas uma mensagem educacional.

O grupo de intervenção, que recebeu mensagens duas vezes por dia, quatro vezes por semana, durante seis semanas, apresentou uma melhoria significativa nos sintomas depressivos em comparação com o grupo-controle. A pesquisa utilizou o PHQ-9 para triagem dos participantes, convidando aqueles com pontuação dez ou mais para participar.

O programa “Viva a Vida” foi desenvolvido considerando o baixo índice de alfabetização da população idosa de baixa renda, utilizando mensagens de voz ou imagens, sem mensagens de texto. As mensagens evoluíram de conteúdos educacionais sobre depressão para incentivos à ativação do comportamento e alertas de prevenção de recaída.

Os resultados indicam que a intervenção por mensagens móveis foi eficaz e de baixo custo no tratamento da depressão em idosos em áreas com recursos limitados de saúde. O estudo, financiado pela FAPESP, oferece perspectivas para a implementação de intervenções digitais em saúde mental, expandindo o alcance do tratamento psicossocial em contextos globais. Saiba mais acessando o artigo completo em www.nature.com/articles/s41591-024-02864-4.

Informações da Agência FAPESP

Compartilhe Isso
- Advertisement -