Acompanhe as últimas notícias da Cidade de Candeias na Bahia com credibilidade na informação sobre política, esportes e ações policias da região.

Campanha “Coração Azul” promove conscientização contra tráfico de pessoas na BR-324

Foto: Luciana Santos /Ascom SJDHDS

Nesta manhã desta terça-feira, 30 de julho, Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, a Superintendência de Apoio e Defesa aos Direitos Humanos (SUDH), da Secretária de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), promoveu uma ação de conscientização sobre a importância das denúncias em casos de tráficos de pessoas e trabalho escravo. A campanha, intitulada de “Coração Azul”, por representar o sentimento de sofrimento das vítimas, aconteceu no Posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Simões Filho, na rodovia BR-324, a mais movimentada da Bahia.

A abordagem foi realizada no intuito de orientar e alertar a população sobre o tráfico de pessoas, e relatar como essas vítimas são mantidas em situação análogo ao trabalho escravo, exploradas sexualmente e sujeitas a violência física e moral. Para isso, foram distribuídos folhetos e informações de como identificar possíveis casos e os canais de comunicação para denúncias da prática.

O motorista de ônibus da empresa Cidade Sol, Franciano Silva, que transportava os viajantes para o município de Xique-Xique, informou que recebeu orientações de segurança para que casos como esses não ocorram. “Antes dos passageiros embarcarem, olho os documentos de todos. Acho importante essa ação para que a gente saiba o que fazer caso, durante uma viagem, a gente perceba alguma irregularidade.”, contou.

A campanha Coração Azul contou com a presença do superintendente de Direitos Humanos da SJDHDS, Jones Carvalho, que falou sobre a importância da conscientização e a divulgação da iniciativa para combater esse crime que, infelizmente, apresentou aumento no ano de 2019. “De 2013 a 2018, foram 139 casos de tráfico de pessoas. Somente nesse primeiro semestre de 2019, já foram 51 casos de resgate de trabalhadores em situação análoga ao escravo. Encontramos diversas pessoas na região metropolitana e no interior da Bahia. É um trabalho que precisa do apoio da população para que as denúncias ocorram e, juntos com a Polícia Rodoviária Federal (PF) da Bahia, o Ministério Público do Trabalho e a SJDHDS, possamos verificar os casos e fazer a libertação das vítimas.” pontuou.

A ação foi promovida com o auxílio da PRF, que realizava a parada dos ônibus que seguiam de Salvador para vários destinos, como Xique-Xique, São Filipe e Seabra. O Inspetor da PRF, Sandro Vinícius, explica como é realizado a ação: “Fazemos a abordagem dos veículos visando, primeiramente, a segurança dos passageiros e os servidores da SJDHDS, que estão realizando à ação educativa, e posterioriormente liberamos o transporte para que o dialogo sobre o Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas possa ser divulgado e combatido”, informou.

Ação na Rodoviária de Salvador
Nesta quinta-feira, 1 de agosto, a SJDHDS continuará com a mobilização da campanha, desta vez orientando a população, usuários e funcionários no Terminal Rodoviário de Salvador. As denúncias podem ser feitas de forma anônima pelos números 100 e 180.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.