Refinaria Landulpho Alves é vendida por US$ 1,65 bilhão

0
Refinaria Landulpho Alves (RLAM) fica em São Francisco do Conde (Foto: Juarez Cavalcanti/Divulgação/Petrobras)

A Refinaria Landulpho Alves (Rlam), que está sendo vendida por US$ 1,65 bilhão pela Petrobras nesta segunda-feira (8), é a primeira refinaria nacional de petróleo, criada em setembro de 1950.

A refinaria fica na cidade de São Francisco do Conde, região metropolitana de Salvador e teve origem impulsionada pela descoberta do petróleo no estado baiano. A operação da Rlam possibilitou o desenvolvimento do primeiro complexo petroquímico do país, o de Camaçari.

A Rlam tem 26 unidades de processamento, e 201 tanques de armazenamento. Ela refina mais de 30 tipos de produtos, entre eles gasolina, diesel, lubrificantes, querosene de aviação, entre outros.

A Refinaria Landulfo Alves é a única produtora nacional de uma parafina alimentícia usada na fabricação de chocolates e chicletes, a chamada food grade.

Segundo a Petrobras, a Mubadala Capital, uma empresa de investimentos, venceu a disputa por US$ 1,65 bilhão. A assinatura do contrato de compra e venda está sob aprovação dos órgãos competentes.

O processo de venda da Rlam é o mais adiantado entre as 8 refinarias que a Petrobras pretende privatizar até o final de 2021.

Por meio de nota, a Petrobras informou ainda que também recebeu propostas vinculantes para a venda de outra refinaria, a Presidente Getúlio Vargas (REPAR), no Paraná, mas decidiu pelo encerramento do processo, porque as propostas apresentadas ficaram aquém da avaliação econômico-financeira da estatal.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Secured By miniOrange