Acompanhe as últimas notícias da Cidade de Candeias na Bahia com credibilidade na informação sobre política, esportes e ações policias da região.

Lavagem do Bonfim reúne multidão de baianos e turistas nesta quinta

Lavagem do Bonfim reúne multidão de baianos e turistas nesta quinta
© Fornecido por New adVentures, Lda. Notícias ao Minuto

Liderados por mulheres do candomblé, baianos e turistas participam, nesta quinta-feira (11), de uma das maiores manifestações da cultura popular do Estado. Tradição desde o século XVIII, a Lavagem do Bonfim é parte das comemorações católicas ao Senhor do Bonfim e é um dos maiores símbolos do sincretismo religioso da Bahia.

Agenda do dia: veja o que você precisa saber hoje
No trajeto de oito quilômetros percorridos, a partir das 8h, entre a igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia e o Santuário do Senhor do Bonfim, as baianas tipicamente trajadas levam água de cheiro (água aromatizada com folhas e ervas) em potes de cerâmica para lavar a escada e o adro da Igreja do Bonfim e também banhar os fiéis.

Há alguns anos, um grupo de católicos da comunidade também faz a caminhada em demonstração de fé ao senhor do Bonfim, que nas religiões de matriz africana é identificado como o orixá Oxalá. Na chegada, o grande cortejo recebe a bênção do padre Edson Menezes, reitor do Santuário do Senhor do Bonfim.

“A Lavagem do Bonfim é uma das principais festas populares do verão da Bahia, fica atrás apenas do Carnaval. A festa guarda a singularidade da cultura baiana, de integrar em suas comemorações o sagrado e o profano, e esse é um dos fatores que mais atraem e encantam os visitantes”, explica José Alves, secretário do Turismo do Estado.

Entenda a data
Ao contrário do que muita gente pensa, a Lavagem do Bonfim não é realizada necessariamente na segunda quinta-feira do mês de janeiro. Assim como muitas festas do calendário religioso brasileiro, a Lavagem tem data móvel. É que a festa católica do Senhor do Bonfim é realizada no segundo domingo após o dia de Reis, lembrado no último sábado.

Assim, a Igreja Católica vai celebrar o padroeiro do coração dos baianos no dia 14. Já a festa que reúne turistas e baianos católicos e do candomblé tem origem no ritual de limpeza da Igreja Santuário do Senhor do Bonfim, feito com a participação dos escravos, que cantavam e dançavam durante o trabalho feito na quinta-feira antes da festa religiosa.

Programação religiosa
Com o tema “Origem, identidade e missão do amado Jesus, Senhor do Bonfim”, este ano as comemorações ao Senhor do Bonfim tiveram início na última quinta-feira (4). Todos os dias, exceto na quinta-feira (11), quando acontece a lavagem, é rezada a novena, sempre às 19h. O domingo (14) é o auge da festa, que contará com missa solene presidida pelo arcebispo primaz do Brasil, D. Murilo Krieger, às 10h. Com informações da Secretaria de Turismo da Bahia.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.