Com quase 100 pessoas na fila da regulação, secretário diz que momento é o mais duro da pandemia em Salvador

0
Foto: Max Haack/Secom PMS

O secretário de Saúde de Salvador, Léo Prates, alertou sobre as condições da regulação dos pacientes com Covid-19 que aguardam vagas em leitos de UTI. Segundo ele, a capital baiana amanheceu, nesta terça-feira (2/3), com 96 pessoas à espera de internação. A informação foi divulgada durante entrevista ao programa Nova Manhã Salvador, da rádio Nova Brasil FM.

Em Salvador, dos 1.059 leitos ativos, 878 estão com pacientes internados. A taxa de ocupação geral é de 83%. A taxa de ocupação da UTI adulto é de 83% e a pediátrica 67%. Os leitos clínicos adultos estão com 85% e o pediátrico com 76% de ocupação.

“O cenário é o mais duro que nós enfrentamos na pandemia. Estamos correndo para expandir o sistema, mas precisamos da colaboração da população. Estamos em pré-colapso. Recorde absoluto de pessoas aguardando internação hoje. Ontem, fiquei assustado com 90 pessoas esperando. Hoje, começamos com 96, mesmo batendo recorde de pessoas reguladas nas UPAs. Regulamos ontem 68 pessoas e ainda temos essa quantidade. É algo inacreditável”, definiu Prates.

O titular da pasta reforçou que novos leitos são abertos na capital baiana, mas voltou a pedir que a população cumpra com as regras sanitárias. “Toda a expansão que nós planejamos está em execução. Não sei se o sistema de saúde vai suportar até sexta-feira. As medidas restritivas levam cerca de 15 dias para começar a surtir efeito. Na prática, só começaríamos a sentir os efeitos na sexta à noite. A tendência é de que terça, quarta e quinta seja o pior momento para nós”, explicou o secretário.

Na segunda-feira (1/3) o prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), prorrogou o decreto que determina o fechamento de praias, clubes, campos e quadras até a próxima terça-feira (9/3) devido à elevação assustadora na taxa de ocupação de leitos de UTIs. Na ocasião, ele falou sobre a quantidade de pessoas que aguardam regulação e admitiu que durante a pandemia, Salvador nunca registrou números tão altos de casos confirmados para covid-19. “Os novos casos aumentaram 66% na Bahia. É o estado que mais teve alta. Nós estamos nesse momento com 90 pacientes aguardando regulação. Nunca aconteceu isso. No máximo eram 30 pacientes. Estamos três vezes mais o número do auge da primeira onda”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Secured By miniOrange