Cinemas voltam a fechar e aulas continuam suspensas em Salvador:

0
Foto: Instagram / @brunoreisba

Nos últimos dias, o retorno às aulas na Bahia ganhou os holofotes da imprensa, inclusive, com ‘batalhas judiciais’. Na manhã desta quarta-feira (17/2), o prefeito Bruno Reis (DEM) voltou a falar sobre o assunto e foi taxativo, quanto ao seu posicionamento. Segundo o democrata, as aulas estão condicionadas à estabilização dos números da Covid-19 na capital baiana.

“Conseguimos avançar nos últimos dias, mas sempre esteve condicionado [ o retorno às aulas] e sempre estará condicionado ao estágio da pandemia na nossa cidade. Isso sempre foi dito em todas as minhas palavras e meus pronunciamentos”, ressaltou Bruno Reis durante coletiva à imprensa na Fonte Nova.

CINEMAS E TEATROS

Na ocasião, o gestor municipal, também, suspendeu o decreto, que autorizava o funcionamento dos teatros e cinemas na cidade. A decisão foi tomada uma semana após decretar a reabertura dos locais.

“Nós estamos vivendo o pior momento da pandemia. Na primeira onda nós não tinhamos a quantidade de leitos que temos hoje e não foi um crescimento tão acentuado e tão rápido como está acontecendo em uma semana. Em uma semana, praticamente de quarta-feira para cá, a realidade mudou muito”, disse Bruno Reis.

Segundo o prefeito, os espaços continuarão disponíveis para os artistas contemplados pela Lei Aldir Blanc para a gravação de apresentações e transmissões online, no entanto, sem a presença do público.

“Nós não descartamos anunciar nas próximas 24 ou 48 horas outras medidas de isolamento social em nossa cidade se esses números continuarem ao longo do dia. O momento exige, e se for necessário as decisões serão tomadas sem exitar”, disse taxativamente

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Secured By miniOrange