Olhar de Santa Dulce impressiona em obra inaugurada nesta sexta (17)

0
Foto: Betto Jr/ CORREIO

Reconhecida pelo trabalho de afeto e solidariedade aos mais pobres, a Santa Dulce dos Pobres, primeira santa brasileira – canonizada em outubro de 2019 –, virou arte nas mãos do muralista, reconhecido mundialmente, Eduardo Kobra. O mural com a imagem do Anjo Bom da Bahia foi inaugurado nesta sexta-feira, 17, no Shopping Barra. Esta foi, inclusive, a primeira vez que o artista produziu alguma arte na Bahia e também em um shopping.

“Eu acho bastante significativo o fato de ter aqui, em 30 metros de altura, para as pessoas verem. Mas não é só a pintura e sim a mensagem de acolhimento, de afeto, de solidariedade. Eu acho que hoje as pessoas estão cada vez mais individualistas e a Irmã Dulce doou sua vida, abriu mão de coisas materiais em prol do próximo, isso pode servir de inspiração para que façamos o nosso melhor”, declarou o artista.

Um dos maiores nomes do grafite mundial, Eduardo Kobra foi reconhecido duas vezes pelo Guinness World Records (conhecido como Livro Guinness dos Recordes), uma delas foi pelo mural ‘Etnias’, considerado o maior do mundo, com 15 metros de altura e 170 de comprimento. A obra está localizada no Boulevard Olímpico da Praça Mauá, no Rio de Janeiro e retrata cinco rostos indígenas de etnias diferentes, dos cinco continentes do mundo: os huli, da Nova Guiné (Oceania), os mursi, da Etiópia (África), os kayin, da Tailândia (Ásia), os supi, da Europa, e os tapajós, das Américas.

“Aqui [na Bahia] é muito interessante, porque muitas pessoas têm vindo e interagido todos os dias. Muitas me trazem desenhos e outros presentes, para mim é uma honra. Tantos meninos que apareceram, que pintam na cidade, outros grafiteiros que conheci aqui. Eu achei legal poder ter o contato com artistas locais, eu acho muito interessante e espero que seja o primeiro trabalho de uma série que eu possa realizar aqui em Salvador. Já têm outros previstos”, avisou o artista.

O mural de Santa Dulce na fachada do Shopping Barra faz parte do projeto ‘Olhares da Paz’, que já homenageou grandes personalidades mundiais, como Nelson Mandela, Martin Luther King e Bob Marley.

A inauguração do painel no Shopping Barra contou com uma apresentação especial da Banda Didá e foi marcada pelo momento em que o artista assina a própria arte, assistido por convidados especiais e pelo público que passava pela região. De acordo com a diretora de marketing da Enashopp, empresa que administra o shopping, Mirela Gedeon Cubilhas, a escolha de Eduardo Kobra foi inerente, pois, segundo ela, ele é o melhor artista de arte de rua do mundo.

“A obra dele está nos cinco continentes, ele é um autodidata, então não foi difícil escolher o artista. Antes de escolher o Eduardo Kobra, a gente tinha um desafio interno com a nossa equipe, de trazer algo inovador, diferente e criativo para o nosso equipamento”, explicou a diretora.

Já a escolha de Irmã Dulce para compor a obra, na verdade, foi uma vontade despertada nos dois lados. Segundo Mirela Cubilhas, a equipe já tinha pensado na santa, mas não queria influenciar na escolha do artista. “Ele veio com a [ideia] Irmã Dulce e a gente achou a cara da nossa Bahia”, disse.

Para Maria Rita Lopes Pontes, superintendente das Obras Sociais Irmã Dulce e sobrinha de Irmã Dulce, a obra representa a divulgação da Santa Dulce para o mundo. “Não só a projeção aqui, através do Shopping Barra, em Salvador como um ponto turístico, mas também através de Kobra, que é um artista internacional. Agora essa obra passa a fazer parte das obras dele e, para nós, é uma honra mais uma homenagem que a gente passa a ter da Santa Dulce, o Anjo Bom da Bahia, agora a nível internacional”, afirmou.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Secured By miniOrange