Prefeitura de Madre de Deus gasta quase R$ 16 mil com diesel e gasolina em caminhão parado

0

Madre Sem Média – A Prefeitura de Madre de Deus gastou mais de R$ 15,5 mil em diesel, cerca de 3001 litros para abastecer um caminhão nos últimos 5 meses.

O fato curioso ironizado por internautas é que o caminhão estava por quase dois meses parado e também consumiu 30 litros de gasolina, mas o veículo é movido a diesel.

Eles questionaram se o veículo utiliza dois tipos de combustível e classificaram de forma vexatória o caminhão como “Total Flex”.

A denúncia enviada por um leitor do Madre Sem Média que registrou um vídeo mostrando o veículo que segundo ele, não estava sendo utilizado.

De acordo com a denúncia, o caminhão gastou no mês de março 370 litros, quase R$ 2 mil de consumo com diesel.

As informações constam na Consulta feita no Tribunal de Contas dos Munícios (TCM). Com as informações compartilhadas na web, não faltaram críticas e piadas sobre o caso.

Numa rede social, um morador reclamou do gasto de combustível do micro-ônibus.

“Como pode um veículo que é destinado a cultura, que ao que me consta está quebrado e a tempos não sai da garagem, pode gastar tanto diesel assim por mês?”, questiona.

“Me ajudem também com o caminhão do PAC… Parado há uns dois meses ali fora e consumindo que é uma beleza”, disse.

Ele completa afirmando que o veículo foi abastecido até com gasolina.

“Acho que é um novo modelo motor Total Flex”, ironizou.

Apesar das brincadeiras, outros internautas falaram sobre o caso com repúdio e desrespeito com o dinheiro público.

Eles alertam que a situação deve ser investigada e os responsáveis por possíveis irregularidades devem ser punidos pela justiça.

De acordo com o morador que preferiu não ser identificado, o veículo teria sido doado pelo governo através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), não tem sido visto nas ruas.

Nas imagens é possível ver o caminhão mal conservado estacionado no sol, segurando um jornal, o morador mostra a data para registrar a denúncia.

O Madre Sem Média entrou em contato com a assessoria de comunicação para saber como o veículo movido a diesel consumiu gasolina, mas não obteve resposta.

Em outro momento o MSM questionou se a prefeitura iria emitir uma nota sobre a denúncia, mas a mensagem não foi respondida.

A reportagem entrou em contato com o secretário municipal de governo, Sérgio Gandarela, e aguarda um retorno sobre o caso.
Video:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.