Acompanhe as últimas notícias da Cidade de Candeias na Bahia com credibilidade na informação sobre política, esportes e ações policias da região.

Cooperativa recua e retira aumento da tarifa do transporte alternativo

Um dia após a polêmica sobre o reajuste da tarifa do transporte alternativo do município de Candeias, região metropolitana de Salvador, a Cooperativa dos Motoristas Autônomos de Candeias e Região metropolitana (Coopercan) recuou e retirou o aumento de R$ 0,10. Uma reunião entre a entidade e a Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT) está marcada para esta quarta-feira (17), onde será definida a data para a aplicação do aumento.

O reajuste tarifário, no entanto, virou debate entre a entidade e pasta. O órgão alegou em nota que o reajuste é ilegal e que somente o Poder Executivo pode autorizar o aumento da tarifa. “Não somos contra o reajuste. O que somos contra é esse reajuste sem a devida comunicação prévia a população”, explicou o diretor de Trânsito e Transporte, Jeriton Santos, em entrevista ao programa Fala Comigo desta terça-feira (16).

A cooperativa diz que a pasta foi informada sobre o aumento das tarifas com uma semana de antecedência. “Comunicamos a Secretaria de Transporte no dia 8 de janeiro. Todos nos sabemos que tivemos reajuste em Salvador, Candeias, Madre de Deus, São Sebastião do Passé e São Francisco do Conde na primeira semana de janeiro. Automaticamente, solicitamos esse reajuste para a secretaria”, afirmou o presidente da Coopercan, Robério Gomes.

A entidade afirmou ainda que a Prefeitura precisa regulamentar o aumento e que falta de fiscalização prejudica o trabalho dos permissionários. “Eles mesmos deveriam fazer um decreto ou um projeto de lei em que o reajuste fosse automático todos para não ter esse problema. A gente fica refém da Secretaria de Transportes. A gente avisou. Entregamos esse ofício na segunda-feira e eles não deram atenção. O procedimento agora é a gente esperar da própria Secretaria de Transporte ou por parte da prefeitura eles nos chamar para a gente bater o martelo sobre o reajuste”, ressaltou.

A nova tarifa do transporte passou a ser cobrada ontem com 4,02% de reajuste. O valor foi calculado com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2017. Com o reajuste, as tarifas passam de R$ 2,70 para R$2,80, nas linhas Malembá, Santo Antônio, Urbis I e II, Ouro Negro, Pindoba, Fazenda Mamão e Nova Brasília. Já as linhas dos distritos de Caroba, Caboto, Menino Jesus, Passagem dos Teixeiras, Posto Sanca, Boca da Mata, Cantagalo, Colônia, Madeira, Vila Esperança e Passé as tarifas passam de R$ 2,85 para R$3,00.

  1. Rute Santana
    Rute Santana Diz

    Eu acho um absurdo o aumento da passagem, não oferece um atendimento de qualidade,os idosos não são bem tratados. Precisa melhorar e muito

    1. Marcos Balotteli
      Marcos Balotteli Diz

      Estou vendendo minha vaga se há senhora tiver interesse. Eu te vendo . Só assim há senhora iria comprar um carro novo e iria transporta idoso o dia todo de graça

    2. Marcos Balotteli
      Marcos Balotteli Diz

      Chegue no posto de combustíveis e diga que é idoso que eles irão abastecer seu carro de graça.

  2. Silvana Silva
    Silvana Silva Diz

    Uma vergonha

  3. Marcos Bernardo
    Marcos Bernardo Diz

    É por isso que a mobilidade urbana esta em alta, metrô quebrando os onibus e os serviços por aplicativos quebrando os taxis.

  4. Rosângela Menezes
    Rosângela Menezes Diz

    Antes de aumentar a tarifa deveria fazer manutenção nos carros que estão tudo velhos caindo aos pedaços, sem contar a falta de segurança nas estradas com assaltos constantes principalmente em Passé

  5. Weliton Santana
    Weliton Santana Diz

    Verdade esses carros fuleiros

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.