Tradicional Fogo Simbólico passará por Candeias nesta sexta-feira, 01 de julho

0

A celebração do 2 de julho é um marco histórico da luta pela independência da Bahia, e todos os anos, o cortejo refaz os locais que foram essenciais para a conquista baiana contra o domínio da coroa portuguesa. Em sua história, Candeias carrega a memória desse momento que teve origem na cidade de Cachoeira. Lembrando a atuação do distrito de Caboto, com a participação de mil homens que ingressaram as tropas vindas de Cachoeira e do ouro e prata escondidos nas terras do distrito de Passagem dos Teixeira, que serviram para financiar o exército libertador liderado pelo General Labatut.

Essa participação histórica em muito orgulha os munícipes, que no dia 01 de julho vão até a praça principal recepcionar o Fogo Simbólico que representa a liberdade, ao tempo em que homenageiam todos os candeenses que se juntaram ao exército libertador e lutaram bravamente pela independência do Brasil aqui na Bahia. Em sua trajetória até a chegada na cidade de Simões Filho, a chama da liberdade faz uma pequena pausa em Passagem dos Teixeiras, onde é saudada pelos moradores deste distrito.

De Simões Filho, o Fogo Simbólico segue para a capital baiana, chegando na manhã do dia 2 de julho ao bairro de Pirajá, onde houve a maior e mais intensa batalha pela libertação da Bahia.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.