Operário morre imprensado por máquina no Porto de Aratu

0

Um estivador morreu após ter sido imprensado contra a parede por uma pá carregadeira, dentro de um navio fundeado no Porto de Aratu, em Candeias, na Região Metropolitana de Salvador, na noite de domingo, 26. Segundo informações do Ministério Público do Trabalho (MPT), a vítima, que trabalhava na empresa TGS Norte Estivador, foi identificada como Adalton Assis Oliveira, de 66 anos.

 

Ainda de acordo com o órgão, colegas de Adalton relataram que o caso ocorreu quando ele foi chamado para terminar de descarregar um navio que transportava fertilizantes. O estivador estava de costas para a máquina, que engatou marcha-à-ré e o imprensou contra o casco do navio.

Os funcionários gritaram para chamar a atenção do motorista da pá carregadeira, que retirou o veículo da posição, e o operário caiu desacordado. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

A TGS Norte Estivador disse, em nota, que lamenta o ocorrido e que está prestando assistência aos familiares de Adalton. A empresa afirmou ainda que as causas da morte “estão sendo apuradas pelas autoridades competentes com absoluta cooperação do operador portuário e do Órgão Gestor de Mão de Obra do Trabalho Portuário (Ogmosa)”.

O caso também está sendo apurado pela Polícia Civil. Já o MPT instaurou inquérito nesta segunda-feira, 27, e deve utilizar um laudo técnico que será produzido pela Superintendência Regional do Trabalho (SRT-BA).

A Companhia de Docas da Bahia, que administra o porto de Salvador, também lamentou o ocorrido. Segundo a empresa, a CS Infra (CS Brasil), arrendatária responsável pelo terminal, a autoridade portuária segue fiscalizando o ocorrido.

Max Santana

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.