Prefeitura de Candeias mobiliza Secretarias para acompanhamento efetivo de ocorrências em zonas de risco

0

Em meio às fortes chuvas que atingem toda região, a Prefeitura de Candeias mobilizou as Secretarias para atendimento efetivo à população em zonas de risco.

A Secretaria de Serviços Públicos – SESP, junto com a Superintendência de Defesa Civil, a Secretaria de Infraestrutura e Obras – SEINFO , a Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social – SEDAS, a Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura – SEMAA e a Secretaria de Habilitação – SECAHB, estão de plantão 24 horas para atendimento e auxílio de moradores em todo município.

O prefeito, Pitágoras Ibiapina, ressaltou que, “A Prefeitura está atendendo às ocorrências em todo município, além da Gestão realizar o trabalho preventivo desde o final do ano passado, estamos empenhados em atender e levar atenção às pessoas afetadas. Neste momento, todas às ocorrências são atendidas e encaminhadas para os benefícios sociais”, relatou.

Desde Janeiro, o município tem realizado o trabalho de manutenção preventiva por meio da SESP, como a aplicação de lonas em áreas de risco, limpeza de galerias, córregos, bueiros e poda de árvores visando a proteção dos moradores.

De acordo com a Defesa Civil, nos últimos cinco dias, choveu mais de 400 milímetros, chuva que era esperada para todo o mês de abril e maio. Até o momento, foram registradas 65 ocorrências em bairros e distritos, as localidades afetadas foram: Dom Avelar, Santa Clara, Santo Antônio, Malembá, Nova Brasília, Ouro Negro, Caboto, Passagem dos Teixeiras, Fazenda Mamão, Saboaria, Urbis 2, Pasto de Fora, Menino Jesus, Logradouro 1 no Sarandi, Rua das Fontes no Centro, Malembá de Baixo e Mangabeira.

A SEINFO está realizando vistorias em casas próximas às localidades que são consideradas áreas de risco, para encaminhamento para a SEDAS, por meio de benefícios sociais. É a SEMAA está realizando visitas nas áreas de proteção e preservação ambiental como no distrito de Mangabeira, onde o leito do Rio Joanes transbordou.

Neste período, as assistentes sociais já realizaram aproximadamente 60 visitas em bairros e distritos, onde foram entregues colchões e cestas básicas para vítimas de desalojametos e alagamentos. Além disso, as famílias que estão sendo desalojadas das zonas de risco, estão sendo acompanhadas e encaminhadas para o Programa Aluguel Social, que é um benefício eventual da SEDAS, em caso de emergências climáticas, além de receber suporte com os demais benefícios ofertados pela Prefeitura.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.