Candeias: inauguração da Fonte dos Milagres fortalecerá turismo religioso no município

0

Chegando à fase de conclusão, as obras de reconstrução da Fonte dos Milagres trarão o fortalecimento do Turismo Religioso em Candeias e renovará a esperança dos fiéis católicos de todo o Brasil. A expectativa da Prefeitura de Candeias é de, ainda neste mês de janeiro, inaugurar a restauração do local, realizada por meio da Secretaria de Infraestrutura e Obras – Seinfo.

Além das melhorias no caminho que os fiéis percorrem até a fonte e nos muros, a reforma conta com a requalificação da gruta; criação de espaço de lojas para artigos religiosos; de quiosque; rampas e banheiros com acessibilidade; depósito; sala das velas com o assentamento de tijolo refratário, forro em PVC, bem como a instalação de um exaustor, com a função de absorver a fumaça das velas e equilibrar a temperatura do local.

O investimento é de cerca de R$ 300 mil e vai entregar ainda a reforma da Sala dos Santos, da gruta com assentamento de Pedras São Tomé e Portuguesa, a construção de um mirante pergolado e de uma nova Santa Nossa Senhora das Candeias. Os trabalhos fazem parte do início da execução do Plano Diretor Municipal de Turismo – Plantur, discutido em julho de 2021 pela Secretaria de Cultura e Turismo da Prefeitura de Candeias – Sectur, com a Secretaria de Turismo do Governo da Bahia – Setur. O plano tem como meta executar ações do turismo no município após a crise pandêmica.

Mesmo com todos os cuidados para seguir as recomendações dos governos municipal e estadual em relação à Covid-19, a fonte, que fica localizada ao lado do Santuário de Nossa Senhora das Candeias, na parte mais baixa do monte, é visitada diariamente, principalmente por moradores da cidade. Estes levam suas garrafas e vasilhames para coletar a água que é considerada santa e milagrosa. Outros bebem, se lavam ou levam seus filhos para se banharem no próprio local. Os frequentadores já demonstram a alegria pela restauração do lugar, considerado um patrimônio religioso do município.

O prefeito, Dr. Pitágoras, falou do desenvolvimento do turismo e da benfeitoria para os fiéis. “O Turismo Religioso em nosso município hoje é uma realidade. A Fonte dos Milagres será reinaugurada em breve com acessibilidade, dando uma melhor condição de mobilidade para os turistas, além da imagem de dois metros de Nossa Senhora das Candeias”, estimou o gestor.

De acordo com o Frei Tiago, pároco do Convento e Santuário Nossa Senhora das Candeias e responsável pela administração da fonte, há grande expectativa tanto da população quanto dos visitantes para que seja retomada as atividades, que segundo ele, será de forma mais segura e com a possibilidade de contemplar a beleza e os reparos que estão sendo feitos. “Estamos aguardando há um tempo à reabertura dos Milagres, quando, devido às fortes chuvas o muro caiu, até a presente reforma. Enquanto isso ficamos com o funcionamento parcial para que as pessoas pudessem pegar da água”, contou.

O pároco explicou ainda a importância do lugar para os religiosos. “A fonte é muito relevante para a fé dos fiéis que foram curados por meio da água. Pessoas que fazem tratamento de saúde bebem regularmente e colocam esperança em Deus por meio da intercessão de Nossa Senhora das Candeias. São vários testemunhos de cura, dezenas de pessoas”.

O funcionamento dos Milagres é das 7h às 17h, de domingo a domingo. “Vamos ter uma movimentação maior nos fins de semana, com a volta dos romeiros à visitação”, disse ele. Frei Tiago informou também que os cuidados com a saúde dos visitantes nestes dias serão com o uso de máscara para entrada e a responsabilidade de cada pessoa com a higienização das mãos”, informou.

A história de Candeias e os milagres da Fonte

A história do município começa na fonte, onde conta que, por volta de 1640, um milagre aconteceu em um córrego que cortava o Engenho Pitanga. O córrego transformou-se em fonte dos milagres e recebeu o nome de Candeias, que simboliza ‘luz’.

Trata-se de uma humilde ceguinha, vinda do alto sertão, acompanhada de seus pais e sob a inspiração da Virgem, que tivera ali uma visão da Mãe de Deus e lhe ordenara banhar-se naquela fonte para recuperar a luz dos olhos. E aconteceu, exatamente como havia sido mandado. O milagre se operou. A fama milagrosa de Nossa Senhora das Candeias espalhou-se daí por diante.

Atraídos pelos milagres, os romeiros construíram suas casas nos arredores da fonte e, com a descoberta do petróleo, mais pessoas passaram a viver no local. Assim, em 1958, este centro de adoração religiosa transformou-se no município de Candeias.

Já o segundo milagre atestado sobre a fonte se deu em agosto de 2001, com a menina Stephany, também nascida com falta de visão e desenganada pelos médicos. Foi quando a sua avó, Rubenisse Dias, teve um sonho com Nossa Senhora das Candeias lhe pedindo que lavasse os olhos da neta com águas da sua Fonte Milagrosa. Ela, porém, não acreditava.

Depois de alguns dias, Rubenisse pediu a sua mãe que levasse uma porção da água da Fonte dos Milagres para a cidade de Vitória do Espírito Santo, onde morava, e assim foi feito. Depois da terceira lavagem, Stephany foi levada ao médico para realização de novos exames e sua cura foi comprovada, fortalecendo a fé de muitos romeiros e visitantes que fazem suas petições no local.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.