Candeias: Diretor da Clima morre vítima da Covid-19

0

O médico e diretor do Hospital Clima, Dr. Amâncio Alves, morreu na manhã desta terça-feira (9), aos 65 anos, vítima da Covid-19. Dr. Amâncio estava internado na UTI desde a última quinta-feira (4). A Prefeitura de Candeias decretou luto oficial de três dias pela morte do médico. Formado em medicina pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, Dr. Amâncio atuava como ginecologista e obstetra há quase 40 anos. Nos anos 80, ao lado de amigos e colegas de profissão fundou a Clínica Maria Albano.

Em nota, o prefeito Dr. Pitágoras Ibiapina lamentou a morte do médico e afirmou que ele deixa um legado no município, pelos mais de 40 anos de contribuições e serviços prestados.

O Cremeb lamentou o falecimento do ginecologista Amâncio Nascimento

O Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb) recebe com tristeza a notícia de falecimento do ginecologista Amâncio Alves do Nascimento, aos 65 anos. Natural de Cândido Sales e formado pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, em 1983, o médico baiano foi mais uma vítima do novo coronavírus. O médico era um dos sócios do Hospital da Clima, em Candeias, cidade onde ele dedicou maior parte da sua vida profissional.

O ex-conselheiro Iderval Tenório publicou um depoimento em seu blog pessoal: “É com uma tristeza sem tamanho que posto uma notícia jamais esperada para estes próximos 40 anos, a morte de um colega do peito, um colega amigo que muitas alegrias proporcionou a todos nós e aos seus pacientes. O meu querido amigo, parceiro, colega e competente ginecologista Amâncio Alves. Um homem que veio da base da pirâmide e se tornou um dos baluartes da medicina na Bahia. […] Mestre Amâncio Alves, meu dileto amigo, siga em paz e traga muita paz para todos que usufruíram da sua amizade verdadeira, respeitosa e cheia de incentivos”.

Aos familiares e amigos de Dr. Amâncio, o Cremeb expressa seu pesar e a sua solidariedade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Secured By miniOrange