Sessão Solene marca o dia de Comemoração aos 62 anos de Emancipação Política de Candeias

1

Um ato solene reuniu autoridades locais na manhã desta sexta-feira (14), na Câmara Municipal de Candeias. Os festejos cívicos marcaram a passagem dos 62 anos de emancipação política do município.

Em virtude da Pandemia do Covid-19 e seguindo o protocolo das Organizações de Saúde, esse ano a cerimônia foi realizada de maneira reduzida. O evento contou com a presença de poucas pessoas.

Com uma programação simples, a sessão durou cerca de 1h30m. A Presidente da Câmara, Lucimeire Magalhães abriu a sessão antes das 11h da manhã. O frei Thiago Noronha, Pároco e Reitor do Santuário Nossa Senhora das Candeias proferiu algumas palavras e fez a prece do dia. Logo após foi entoado o hino do município e exibido um vídeo institucional feito pela Câmara de Vereadores. Em seguida, alguns vereadores fizeram uso da palavra e parabenizaram a cidade. Vídeos enviados pela secretaria de Cultura, de corais do município também foram exibidos no telão.

O prefeito Pitágoras Ibiapina não se fez presente na sessão. Ivan Palma ex-vereador e que atualmente é secretário de governo da cidade representou o gestor e fez a leitura da mensagem do poder executivo.

Para encerrar, a Presidente do Legislativo Municipal, Lucimeire Magalhães fez o uso da tribuna. No discurso ela enalteceu o trabalho de todos os vereadores. Reforçou a importância do serviço de cada parlamentar e deixou claro que a Câmara sempre esteve ao lado da população, fiscalizando e propondo melhorias para cidade, votando todo projeto de lei vindo do município para o combate a covid-19. Reafirmou a importância do respeito entre as instituições e que toda a diferença política deve ser deixada de lado em favor do povo. “Temos que olhar pra frente e dizer que a cidade não pertence a grupo “A” ou grupo “B”, mas sim ao grupo C de Candeias. Não podemos ser submissos ao executivo nem muito menos evitar a integração com a gestão municipal e para isso o respeito com essa casa e seus edis tem que existir. ” Disse a vereadora.

Fechando a solenidade, foi entoado o hino nacional.

Entre os convidados, estiveram presentes: a vice-prefeita Marcia Gomes, o comandante da 10ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar) Major Washington, o Reitor do Santuário Nossa Senhora das Candeias, Frei Thiago, o Pároco da Paróquia São Francisco de Assis, Padre Milton, vereadores, ex-vereadores, secretários municipais, veículos de imprensa e representantes civis.

História – A emancipação política de Candeias se deu em 14 de agosto de 1958, desmembrando-se de Salvador por decreto do governador Antônio Balbino. A Câmara de Vereadores só foi instalada em 7 de abril de 1959, quando houve a eleição da primeira mesa diretora da Casa.

A cidade começou sua atividade industrial nos engenhos de cana de açúcar, passando pela prospecção e refino de petróleo até a implantação da usina de biodiesel, uma das primeiras do Brasil.

  1. acordacandeis Diz

    ai são os sangue sugas do povo de candeias

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Secured By miniOrange