Candeias é a terceira cidade da RMS com mais casos de Covid-19

0
Foto: SEI

Dos 22.451 casos confirmados do novo coronavírus (covid-19) na Bahia, 1.613 são de moradores da região metropolitana de Salvador. De acordo com dados do último boletim divulgado pela Secretaria da Saúde (Sesab) nesta quarta-feira (3), há registro da doença nas 12 cidades localizadas em torno da capital baiana: Camaçari, Candeias, Dias Dávila, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, Mata de São João, Pojuca, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Simões Filho e Vera Cruz.

O cenário mais preocupante está em Lauro de Freitas, município que faz divisa com Salvador. Com população estimada em 198.440 habitantes, a cidade possui 552 casos do novo coronavírus. Por lá, oito moradores morreram em decorrência da doença.

Por causa do alto índice, a prefeitura de Lauro de Freitas decidiu adotar medidas complementares regionalizadas no bairro de Itinga, o mais afetado pela Covid-19 no município. A restrição começou a valer nesta quarta até o dia 10 de junho.

Durante o período, fica suspenso a realização de toda e qualquer atividade econômica formal e informal, incluindo ambulantes e feirantes, com exceção de supermercados, açougues, farmácias, postos de combustível, agências bancárias, lotéricas, serviços de saúde e estabelecimentos que funcionem em regime de entrega a domicílio.

Com 257 casos, Camaçari é a segunda cidade da região com maior número de infectados e o terceiro onde a doença mais matou até o momento (6 mortes), ficando atrás apenas de Lauro de Freitas e Simões Filho.

Como forma de combate a proliferação do vírus, a prefeitura de Camaçari, instituiu o toque de recolher. A medida começou a valer no sábado (30) e segue até 8 de junho. De acordo com a gestão municipal, a medida foi necessária devido ao aumento de pessoas infectadas no município, que teve uma elevação de 50% em menos de uma semana.

Diante da determinação, fica proibida a circulação de pessoas e veículos nas ruas da cidade, locais e praças públicas, de segunda a sexta-feira, das 20h às 5h, e aos sábados e domingos, a restrição será das 16h às 5h.

Localizado a 52 quilômetros da capital, Candeias aparece como o terceiro município com maior quantidade de diagnósticos na Grande Salvador. Por lá, são 220 casos. Entre os infectados, está o prefeito Dr. Pitágoras Ibiapina que anunciou por meio das redes sociais que também contraiu a doença.

Em novo decreto a Prefeitura de Candeias prorrogou o fechamento do comércio até dia 14 de Junho. A prorrogação da medida que entrou em vigor em 16 de março, ocorre em paralelo a ampliação do toque de recolher implantado pela prefeitura até o dia 14 de Junho.

Já em Simões Filho, quarta cidade da região com mais casos, a doença já atingiu 207 moradores, sete deles morreram.

O elevado número também levou a prefeitura a instituir toque de recolher no município. A previsão é de que a medida siga até 5 de junho. A decisão foi publicada em decreto no Diário Oficial do Município.

Em Dias D’ávila, a doença já afetou 85 moradores, conforme a Sesab. Quatro deles morreu. Já de acordo com a gestão municipal, são 93 o número de diagnósticos positivos.

Na última segunda (1), a prefeitura de Dias d’Ávila determinou o fechamento de todas as vias que dão acesso a Praça ACM, situada do centro da cidade. A medida visa diminuir a circulação e aglomeração de pessoas no local, evitando assim a proliferação do novo Coronavírus.

São Sebastião do Passé possui 77 casos e uma morte, conforme a Sesab. Em São Francisco do Conde são 52 infectados e duas mortes.

A cerca de 60 quilômetros de Salvador, Mata de São João, registrou o primeiro caso no dia 27 de abril, mais de um mês após a confirmação do primeiro registro da doença na Bahia. Atualmente com 42 casos, a cidade é a nona com maior quantidade de infectados na região.

Ainda de acordo com dados da Sesab, Itaparica (30 casos), Madre de Deus (33), Pojuca (38) e Vera Cruz (20 casos) são os municípios com menor índice da doença até o momento. Das quatro cidades, Itaparica e Madre de Deus têm uma morte em decorrência do vírus, cada. Já Vera Cruz, possui dois óbitos.
Por: Diego Vieira

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Secured By miniOrange