Candeias: Município investiga 14 casos de coronavírus

0

Foto: Divulgação

Um novo boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (23), pela Prefeitura de Candeias sobre o coronavírus no município, registrou 14 suspeitos e seis descartados. No terceiro dia da quarentena, estabelecimentos comerciais permanecem fechados no município para conter o avanço do coronavírus.

Os pacientes com suspeita de doenças respiratórias podem buscar atendimento nas unidades básicas de saúde e os casos mais complexos com sintomas febre, tosse e falta de ar serão atendidos no Posto Médico Luiz Viana Filho e encaminhados para o Hospital Ouro Negro onde farão exames e em caso de positivo serão imediatamente isolados e levados para a UPA.

MEDIDAS

No decreto publicado na última sexta-feira (20), pela Prefeitura de Candeias foi determinado o fechamento de estabelecimentos comerciais, academias, agências lotéricas, bares, restaurantes, pizzarias, lanchonetes e casas de shows e clínicas de saúde privada. A medida preventiva é válida por 30 dias para conter o avanço do coronavírus. (ACESSE O DECRETO)

Apenas farmácias, supermercados, mercearias, padarias, postos de combustíveis, distribuidoras de água e gás, funerárias, serviços de urgência e emergência, emergências veterinárias e laboratórios foram excluídas do decreto. Na nova determinação, os restaurantes, lanchonetes e pizzarias poderão funcionar apenas com o serviço de entrega (delivery). A Central de Abastecimento funcionará apenas para a venda de produtos alimentícios. O horário de funcionamento não foi alterado.

O descumprimento das medidas divulgadas pela Prefeitura vai acarretar em infração, com penalidades e sanções e em caso mais grave em cassação de licença de funcionamento e sanitária.

Nas redes sociais, o prefeito Dr. Pitágoras Ibiapina declarou que vai intensificar a fiscalização em estabelecimentos comerciais para evitar a circulação de pessoas nas ruas da cidade. “Nós estamos aumentando as nossas fiscalizações. Nós teremos fiscalização da Vigilância Sanitária. Nós iremos estar indo nas repartições particulares do nosso município, juntamente com a Vigilância Sanitária nesses estabelecimentos aonde estaremos caçando o alvará dessas pessoas que insistem em continuar aberto”, explicou Ibiapina.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Secured By miniOrange