Acompanhe as últimas notícias da Cidade de Candeias na Bahia com credibilidade na informação sobre política, esportes e ações policias da região.

Candeias esta em situação de alerta para dengue, zika e chikungunya

O Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), divulgado nesta quarta-feira (12), pelo Ministério da Saúde, apontou que os municípios de Camaçari, Candeias e São Francisco do Conde, na região metropolitana de Salvador, estão em estado de alerta para o risco de doenças causadas pelo Aedes aegypti (dengue, zika e chikungunya). Já as cidades de Madre de Deus e São Sebastião do Passé, segundo o relatório, apresentaram índice satisfatório para o controle do mosquito.

No estado, o LIRAa apontou 186 cidades baianas, entre elas Salvador, em situação de alerta e 69 com risco de surto das doenças.

Veja a lista dos municípios

NACIONAL

Dados do LIRAa indicam que 504 municípios brasileiros apresentam alto índice de infestação, com risco de surto para doenças transmitidas pelo mosquito. Ao todo, 5.358 municípios de todo o país, 96,2% do total realizaram algum tipo de monitoramento do mosquito, sendo 5.013 por levantamento de infestação (LIRAa/LIA) e 345 por armadilha.

Além das cidades em situação de risco, o LIRAa identificou 1.881 municípios em alerta, com o Índice de Infestação Predial (IIP) entre 1% a 3,9% e 2.628 municípios com índices satisfatórios, inferiores a 1%.

Entre as capitais estão com índices satisfatórios os municípios de Curitiba (PR), Teresina (PI), João Pessoa (PB), Florianópolis (SC), São Paulo (SP), Macapá (AP), Maceió (AL), Fortaleza (CE) e Aracaju (SE). As capitais com índices em estado de alerta são: Manaus (AM), Belo Horizonte (MG) Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF), São Luís (MA), Belém (PA), Vitória (ES), Salvador (BA), Porto Velho (RO), Goiânia (GO) e Campo Grande (MS).

Já as capitais Palmas (TO), Boa Vista (RR) Cuiabá (MT) e Rio Branco (AC) estão em risco de surto de dengue, zika e chikungunya por apresentarem Índice de Infestação Predial (IIP) igual ou superior a 4%. As capitais Natal (RN) e Porto Alegre (RS) fizeram o levantamento por armadilha. Todas as formas de coleta de dados ocorreram no período de outubro e novembro deste ano.

DADOS

De acordo com o Ministério da Saúde, até 3 de dezembro, foram notificados 241.664 casos de dengue em todo o país, um pequeno aumento em relação ao mesmo período de 2017 (232.372). Em comparação ao número de óbitos, a queda é de 19,3% em relação ao mesmo período do ano anterior, passando de 176 mortes em 2017 para 142 neste ano. Em relação a chikungunya, foram notificados 84.294 casos, com redução de 54% em comparação ao mesmo período do ano passado que foi 184.344. O número de óbitos por chikungunya também registrou queda de 81,6%, passando de 191 mortes em 2017 para 35 neste ano. Os casos de zika no país foram 8.024, com redução de 53% em relação ao mesmo período de 2017 (17.025). Neste ano, foram quatro óbitos por Zika.

  1. Klaudyo Vox
    Klaudyo Vox Diz

    KD os agentes de saúde?

  2. Tiago Ollem
    Tiago Ollem Diz

    Katy Novaes Amaral

  3. Taiseramos Tai
    Taiseramos Tai Diz

    Eu gostaria de saber o pq que no condomínio do ouro negro ñ tem agente de saúde

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.