Mulher que morreu em voo foi vítima de trombose

0

A mulher que morreu durante um voo da Latam que saiu do aeroporto de Guarulhos (SP) com destino a Paris, na França, na segunda-feira (14), foi vítima de uma trombose. A informação foi confirmada pela família da idosa de 75 anos.

Maria de Lourdes Araújo dos Santos passou mal durante o voo e chegou a ser socorrida, mas acabou não resistindo. Por conta de sua morte, a aeronave precisou fazer um pouso não programado em Madri, na Espanha.

A idosa nasceu na Bahia, mas morava e Cariacica, na Região Metropolitana do Espírito Santo, há 30 anos. Cinco filhos seus moram em Paris.

Esta era a terceira viagem que dona Maria de Lourdes fazia à capital francesa. As duas primeiras foram em 2012 e em 2019, acompanhada do marido. Dessa vez, ela ia acompanhada por um sobrinho, que estava em outro ponto da aeronave.

Um dos filhos da idosa aguardava os dois no aeroporto de Paris, mas o voo não chegou na hora prevista. Apenas ao pousar em Madri por conta da morte de dona Maria de Lourdes, seu sobrinho enviou uma mensagem para a própria mãe avisando que haviam pousado na capital espanhola, e aí descobriram que dona Maria de Lourdes havia passado mal e falecido.

De acordo com uma das filhas da idosa, a cabeleireira Lucilene Araújo dos Santos, de 49 anos, alguém de Madri informou à Latam de Paris que a passageira havia morrido. Um dos filhos de dona Maria de Lourdes, que a aguardava no aeroporto de Paris, se deslocou até a Espanha.

Ainda segundo o g1, a família decidiu cremar o corpo da idosa na Espanha, uma vez que o traslado para o Brasil poderia ser um processo demorado. Em nota, a Latam lamentou o ocorrido e disse que “seguiu todo os procedimentos necessários a bordo e, já em Madri, providenciou que o sobrinho que a acompanhava no voo prosseguisse para Paris. Em paralelo, também providenciou que o seu filho viajasse de Madri para Paris em voo da Iberia”, diz parte da nota.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.