Em plantão, enfermeira é agredida a puxões de cabelo: “Vagabunda”

Mãe de um paciente internado se incomodou com a revista da polícia. Jovem dependente químico estaria usando drogas no hospital

0

Uma enfermeira de 31 anos foi agredida nesta sexta-feira (07/02/2020) por uma mulher de 39 anos, mãe de um dependente químico de 20, que está internado em um hospital de Buriti, cidade distante 116 quilômetros de Campo Grande.

O rapaz está internado no local devido a uma ordem judicial para internação compulsória. A agressora aguardava uma liberação para transferência. As informações são do site Mídia Max.

No hospital, funcionários e pacientes sentiram um cheiro aparentemente de entorpecente vindo do banheiro. A polícia foi chamada ao hospital para averiguar.
Um dos investigadores pediu que a enfermeira ficasse no quarto para acompanhar o trabalho, já que teriam que revistar as bolsas de mãe e filho.

A mãe do rapaz então teria filmado a ação e desacatado a enfermeira e os policiais. Por causa disso, ela foi levada para a delegacia. Nenhum entorpecente foi encontrado.

Ao retornar da delegacia, a agressora investiu contra a enfermeira com puxões de cabelo e a chamou de “vagabunda”. Um tufo chegou a ser arrancado.

Ainda segundo a ocorrência, ela também derrubou a funcionária do hospital no chão. Um motorista de ambulância que estava no local defendeu a colega de trabalho e foi arranhado pela autora.

Após as agressões, a mulher fugiu do hospital. O caso foi registrado por lesão corporal, injúria e desacato ao funcionário público na delegacia da cidade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Secured By miniOrange