Acompanhe as últimas notícias da Cidade de Candeias na Bahia com credibilidade na informação sobre política, esportes e ações policias da região.

Ativistas jogam tinta preta na entrada do Palácio do Planalto; 17 foram detidos

Ativistas jogam tinta preta na frente do Palácio do Planalto, em Brasília — Foto: Carolina Cruz/G1

Ativistas ambientais do Greenpeace jogaram tinta preta na entrada do Palácio do Planalto, em Brasília, na manhã desta quarta-feira (22). O ato simula as manchas de óleo que, desde setembro, atingem o litoral nordestino.

Por volta das 10h30, 17 manifestantes foram detidos. O grupo foi levado para delegacia após o DF Legal – órgão de fiscalização do governo local – notificar os organizadores por descarte irregular de lixo em área pública (entenda abaixo).

Vestido de preto, o grupo levantou faixas com críticas à “lentidão” do governo federal para conter as manchas nas praias. Os manifestantes posicionaram barris em frente à sede da Presidência da República – simulando recipientes de petróleo – e espalharam areia sobre uma lona azul, para representar o mar. Em seguida, despejaram um líquido preto, mistura de óleo e tinta.

Em nota, a Presidência da República afirmou que não vai comentar o ato. O Ministério do Meio Ambiente disse ao G1 que houve “depredação do patrimônio público”.

  1. Moyses Azevedo Silva
    Moyses Azevedo Silva Diz

    Esses caras deveriam esta ajudando limpar as praias. Essas ONGS tem muito dinheiro.

  2. Claudeilson Coelho
    Claudeilson Coelho Diz

    Bando de desocupados o governo nada tem com isso se realmente querem fazer alguma coisa ajudem a limpar as praias atingidas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.