Acompanhe as últimas notícias da Cidade de Candeias na Bahia com credibilidade na informação sobre política, esportes e ações policias da região.

Navio de pesca brasileiro é atacado por chineses

© iStock

O navio brasileiro Oceano Pesca 1, originário do Rio Grande do Norte, foi atacado pela embarcação chinesa Chang Rong 4, enquanto realizava a pesca de atum a cerca de 700 Km da costa brasileira, já em águas internacionais.

Segundo relatou a tripulação ao Sindipesca (Sindicato da Indústria da Pesca no Rio Grande do Norte), o navio brasileiro sofreu uma colisão proposital da embarcação chinesa.

+Macron quer diálogo com ‘coletes amarelos’, mas não recua sobre taxas

O ataque que ocorreu na última quinta-feira(22), teria surpreendido os 10 brasileiros que estavam a bordo. A embarcação chinesa ainda manobrou seis vezes para colidir uma segunda vez com o navio brasileiro.

“Quando ele [o navio chinês] fez a manobra, ele veio para nos afundar. A pancada foi forte e furou na parte de cima. A gente ficou sem saber ou entender por que eles nos atingiram. Ele queria botar a gente no fundo a todo custo” relatou Antônio Arcanjo, o contramestre do barco.

Logo depois do incidente, abortaram a pesca e voltaram para o Brasil. Ninguém se feriu e até agora não se sabe o motivo do ataque.

  1. Henrique Wolf
    Henrique Wolf Diz

    A disputa pelos recursos do mar, antigamente abundantes e que agora estão ficando escassos, se intensifica. Eis novo estopim para futuras guerras. Destaco: O presidente do Sindipesca (Sindicato da Indústria da Pesca no Rio Grande do Norte), Gabriel Calzavara, disse que esta é a primeira vez que se tem relatos de ataque a embarcações brasileiras por navio chinês durante a pesca de atum. Mas, Calzavara relatou que os chineses já tratavam os pescadores brasileiros com hostilidade. “Neste nível de intenção de afundar o barco e ceifar a vida dos tripulantes é a primeira vez que acontece. Embarcações brasileiras já passaram por várias situações com barcos chineses, principalmente, de roubarem material nosso no mar, mas essa posição deliberada e insistente é a primeira vez”, contou Calzavara. A Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte informou que tomou conhecimento o ocorrido e já abriu inquérito investigatório para apurar as responsabilidades, causas e circunstâncias do ataque ao navio brasileiro.

  2. Henrique Wolf
    Henrique Wolf Diz

    As aguas que a ex. presidenta Dilma vendeu para os comunas xing ling da China.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.