Brasil domina Mundial de Atletismo no Japão com 11 pódios

Por Redação
3 Min

O Brasil segue brilhando no Mundial de Atletismo em Kobe, no Japão, e colocou-se à frente da China mais uma vez no quadro geral de medalhas. Com uma performance impressionante, os atletas brasileiros conquistaram um total de 11 pódios, sendo seis ouros, quatro pratas e um bronze, superando os chineses, que somaram 16 medalhas no total, com três ouros, três pratas e sete bronzes.

Uma das medalhas de ouro que contribuiu para a liderança brasileira foi conquistada por Cícero Nobre, atleta paraibano, que assegurou seu bicampeonato mundial no lançamento de dardo F57, modalidade em que os competidores estão sentados. Além do título, Cícero garantiu sua vaga para os Jogos Paralímpicos de Paris 2024, uma vez que a conquista do ouro em Mundiais é um dos critérios de classificação estabelecidos pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

O Mundial de Atletismo no Japão é realizado no mesmo ano dos Jogos Paralímpicos de Paris 2024, após um pedido de adiamento feito pelo Comitê Organizador Local (LOC) ao Comitê Paralímpico Internacional (IPC) devido à pandemia de covid-19. A cidade de Kobe sediou a competição de atletismo no ano seguinte ao Mundial de Paris 2023, onde o Brasil teve um desempenho histórico, conquistando um total de 47 medalhas, incluindo 14 ouros, 13 pratas e 20 bronzes.

É importante ressaltar que todos os atletas brasileiros que conquistaram medalhas no Mundial precisam aguardar a confirmação oficial de sua convocação para os Jogos Paralímpicos de Paris 2024, que será realizada até a primeira quinzena de julho. Com o destaque e os resultados positivos obtidos até agora, a expectativa é de que o Brasil possa manter sua performance e conquistar mais pódios ao longo da competição.

O sucesso dos atletas brasileiros no Mundial de Atletismo mostra a força e o talento dos paratletas do país, que continuam a brilhar e a representar o Brasil com orgulho e determinação. A torcida está animada e na expectativa de mais conquistas e momentos emocionantes ao longo da competição. Vamos acompanhar de perto e apoiar nossos atletas em busca de mais medalhas e recordes no cenário internacional.

Com informações da Agência Gov

Compartilhe Isso
- Advertisement -