SAO JOAO
SAO JOAO

Empresa baiana de engenharia fornecerá balsas para ponte Salvador-Itaparica

Por Redação
3 Min

O presidente da Concessionária Ponte Salvador-Itaparica, Cláudio Villas Boas, informou durante uma reunião na Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) que a empresa de Engenharia Portuária, Subaquática e Offshore, Belov, está atuando no processo de sondagem para o Plano de Desenvolvimento Econômico na área impactada pelo sistema viário. O investimento no serviço, que visa coletar amostras do solo marítimo, é de R$ 160 milhões.

A reunião contou com a presença do secretário da SDE, Angelo Almeida, que recebeu com entusiasmo a notícia sobre a participação da Belov no processo. Além de Villas Boas e Almeida, estavam presentes o gerente de Comunicação e Relações Institucionais, Carlos Prates, o superintendente Luciano Giudice, os diretores Paulo Henrique de Almeida e José Carlos Oliveira, e os arquitetos urbanistas Graça Torreão e Heber Sena, responsáveis pelo diagnóstico técnico do Plano Estratégico para o Desenvolvimento Econômico dos Territórios Recôncavo, Baixo Sul e entorno.

Segundo Villas Boas, a construção do novo sistema viário, incluindo a ponte, envolve uma grande quantidade de insumos e serviços de empresas parceiras das regiões próximas à construção. Ele destacou que a Belov, empresa baiana, está fornecendo balsas e montando equipamentos chineses para o projeto. O presidente da Concessionária ressaltou que a contratação de empresas locais para a execução de serviços é uma prioridade, gerando cerca de 300 a 400 empregos indiretos e prevendo a criação de 7 mil vagas de trabalho durante a construção da ponte.

O Plano de Desenvolvimento Econômico para os territórios do Recôncavo, Baixo Sul e entorno da ponte Salvador-Itaparica foi destacado como fundamental para garantir a sustentabilidade e promover o desenvolvimento econômico da região. A analista técnica, Graça Torreão, enfatizou que o projeto é essencial para impulsionar a atividade econômica na região e melhorar a qualidade de vida da população.

O Sistema Rodoviário Ponte Salvador-Itaparica será um importante vetor de distribuição de renda e impulsionará a economia da Bahia, beneficiando 10 milhões de baianos em cerca de 250 municípios. O investimento no projeto visa atrair novos empreendimentos em áreas como logística, indústria, comércio, serviços e mercado imobiliário, além de promover o turismo de forma sustentável. A construção da ponte, com 12,4 km sobre o mar, e dos novos acessos viários em Salvador e Vera Cruz, contribuirá significativamente para o desenvolvimento econômico e social da região.

Compartilhe Isso
- Advertisement -