Vila Verde o Sonho que virou Pesadelo

Redação Redação 13444 vistos
3 Min

Com essa propaganda espalhada por toda a cidade, em outdoor , sites e panfletos foi o que seduziu dezenas de famílias candeienses  a entregarem todas as suas economias em um sonho que acabou virando um pesadelo.

O residencial Vila Verde Candeias, que esta completando 5 anos em total abandono , e hoje as famílias que investiram nesses imóveis passam por diversas dificuldades de quem não tem uma moradia. Alguns compradores estão morando na casa de parentes, amigos que emprestaram ou alugaram casas por um valor menor, os transtornos são inúmeros, alem de muitos sonhos que  foram destruídos como  casamentos e relacionamentos por conta de desentendimentos com familiares.

Já os casais que permanecem firmes lutando em busca desse sonho como os Jovens professores Igor e Ilka que pretendiam se casar assim que recebessem as chaves  hoje vive de aluguel  como tantas outras famílias que tiveram suas vidas atrasadas.

São pessoas que acreditaram na realização do sonho da casa própria, e hoje convivem com a indiferença, da construtora e caixa econômica que financiou e deu garantia as mutuários.

Fomos até o local e comprovamos as péssimas condições das obras. O condomínio em nada se parece com a propaganda feita no stand de vendas e sim moradia de animais. Conversamos com a advogado dr Onaldo, ele está dando assessoria jurídica para cerca de sessenta compradores representados pela AMRVVC (ASSOCIAÇÃO DOS MUTUÁRIOS DO RESIDENCIAL VILLA VERDE CANDEIAS). De acordo com ele, essas pessoas buscaram ajuda profissional para tentar chegar a um acordo com a construtora. Até dezembro de 2014 os compradores não haviam recebido as chaves dos seus apartamentos, em virtude de tantos contratempos resolveram abrir processos contra a Construtora.

Segundo informações de vizinhos próximos aos prédios abandonados o local é considerado  perigoso, pois além de ter muita água acumulada o que pode contribuir para o surgimento de mosquitos da dengue, ainda tem o problema que usuários de drogas estariam utilizado  o local para dormir e consumir entorpecentes.

A Runa/Vooxy, construtora contratada pela Caixa, vendeu cerca de 228 apartamentos do Residencial Villa Verde mas não entregou, nem chegando a concluir as obras.

Não podemos afirmar de quem é a responsabilidade, só sabemos que centenas de moradores que já pagaram por sua moradia, estão tendo que viver de aluguel ou na casa de parentes.

Compartilhe Isso
- Advertisement -