Shows marcam o encerramento das comemorações do Novembro Negro 2022

Por Redação
3 Min
Anderson Frasan |Flor da Tailândia

 

Com shows de reggae foi que a prefeitura por meio da Secretaria de Cultura finalizou com chave de ouro as ações do mês da Consciência Negra no município. Durante toda a semana os candeenses contaram com uma programação diversificada para celebrar o mês da Consciência Negra.

A animação do público que esteve na Praça Dr. Gualberto neste domingo 27, ficou por conta da banda prata da casa Flor da Tailândia, que levou a galera a relembrar sucessos do reggae nacional além, de músicas autorais. Em seguida foi a vez do jamaicano, Andrew Tosh subir ao palco e trazer o melhor do reggae internacional. Finalizando as atrações da noite, o Olodum levou o público a cantar antigos sucessos da banda.

Para Derick dos Santos, a escolha das bandas para encerrar as reflexões da semana da Consciência Negra, foi acertada. “Achei muito massa os shows, vim para curtir apenas o show da Flor da Tailândia e acabei ficando por que o reggae traz essa energia positiva”, ressalta.

O prefeito Pitágoras Ibiapina e a Primeira Dama do município, Soraia Cabral, estiveram no evento.

 

Andrew Tosh

Novembro Negro

Durante a semana que teve início a partir do domingo 20/11, a secretaria de Cultura e Turismo- SECTUR desenvolveu atividades em comemoração ao Novembro Negro, com o tema “Negro é essência e não sentença”, e para reafirmar a reflexão o especial ofereceu à população de forma gratuita apresentações culturais, na Praça Dr. Gualberto e na Biblioteca Pública Professora Dalila Baptista que discutiu o tema a partir das palestras como, “ O que é ser Negro no Brasil”, “Da Invisibilidade para a Visibilidade”. Além de da mesa redonda com a temática “ O crime na tem cor, o público também teve contato com obras literárias de artistas local através da exposição “ O Protagonismo da Literatura Negra Candeense”.

Ainda permeando a temática foram exibidos filmes abordando o protagonismo negro, apresentação de dança e a tradicional caminhada do axé (Minha Raiz tem Dendê) que teve a participação de representantes da centenária Irmandade da Boa Morte, da cidade de Cachoeira. Para destacar a beleza negra na sexta-feira,25, a SECTUR realizou o desfile afro fashion. Muita dança, capoeira, hip hop, batalha de rap, poemas, poesias e teatro abrilhantaram a semana que também contou com a animação das bandas Pérola Negra, Anastásia Roots e Adão Negro.

Compartilhe Isso