SAO JOAO
SAO JOAO

Ação demole 38 casas interditadas por cratera na RMS

Por Redação
2 Min

Trinta e oito casas interditadas por conta de uma cratera em Candeias, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), foram demolidas. Os moradores tiveram que deixar os imóveis em abril passado devido às fortes chuvas que atingiram a região. Segundo o G1, a situação ocorreu no distrito de Menino Jesus.

De acordo com a prefeitura, os moradores receberam um auxílio aluguel para encontrar outro local para morar. Até o momento, não há uma definição sobre o que será feito na área afetada. Informações indicam que os moradores mencionaram a possibilidade de realização de uma terraplanagem para a construção de um condomínio.

Em uma imagem divulgada pela Defesa Civil de Candeias, é possível visualizar a situação das casas antes da demolição.

No mês de julho, pesquisadores da Universidade Federal da Bahia (UFBA) vão iniciar um estudo para descobrir e entender a causa da formação da cratera, visando resolver a situação de forma eficaz. Este estudo é fundamental para garantir a segurança da área e dos moradores que lá viviam.

A demolição das casas interditadas foi uma medida necessária para evitar possíveis incidentes decorrentes da situação da cratera. A prefeitura e a Defesa Civil de Candeias estão acompanhando de perto a situação e buscando soluções adequadas para atender às necessidades dos moradores afetados.

Espera-se que, com o estudo da UFBA, seja possível identificar os fatores que contribuíram para o surgimento da cratera e, assim, adotar medidas preventivas para evitar problemas semelhantes no futuro. O trabalho em conjunto entre os órgãos responsáveis e a universidade é fundamental para garantir a segurança e o bem-estar da população local.

Compartilhe Isso
- Advertisement -