SAO JOAO
SAO JOAO

Prefeitura de Camaçari desmente negociações com empresa Dragão

Por Redação
2 Min

O prefeito de Camaçari, Elinaldo Araújo (UB), determinou que a Procuradoria-Geral do Município (PGM) realizasse, nesta segunda-feira (27), ações destinadas à investigação do caso envolvendo a suposta solicitação de propina para a instalação da fábrica da empresa de água sanitária Dragão.

Após uma análise minuciosa dos dados em todas as pastas do município, foi confirmado que não existe nenhum processo ou negociação entre os gestores das diversas secretarias do governo e os representantes da empresa, conforme divulgado pela imprensa no último domingo (26).

Além disso, o prefeito de Mata de São João, Bira da Barraca (UB), emitiu uma nota nesta segunda (27) esclarecendo que houve um “mal-entendido” e que “em nenhum momento houve a intenção de acusar diretamente a Prefeitura de Camaçari”.

O chefe do Executivo reafirmou o compromisso do governo com a transparência e o cumprimento da lei, destacando que todos os processos de contratação e negociação são submetidos a rigorosos controles internos e externos.

É importante ressaltar que a apuração dos fatos é fundamental para esclarecer eventuais irregularidades e manter a integridade e a transparência das ações governamentais. As medidas adotadas pela PGM e pelas autoridades envolvidas visam garantir a lisura e a idoneidade das relações entre o poder público e as empresas privadas, fortalecendo assim a confiança da população nas instituições.

Compartilhe Isso
- Advertisement -