Bahia e BNDES se unem pela economia verde no estado.

Por Redação
2 Min

O encontro entre Jerônimo Rodrigues e Aloizio Mercadante resultou na discussão sobre a elaboração de um plano de investimentos e na realização de oficinas de crédito para micro e pequenas empresas do estado da Bahia. A reunião ocorreu na sede do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no Rio de Janeiro, e teve como objetivo fortalecer a parceria entre o Governo do Estado e a instituição financeira.

Durante o encontro, o governador Jerônimo Rodrigues ressaltou a importância de ampliar os investimentos em energia limpa e hidrogênio verde para impulsionar o desenvolvimento econômico e a bioeconomia na Bahia. Ele destacou a colaboração do BNDES nesse processo, especialmente com a chegada do presidente Aloizio Mercadante.

Por sua vez, Aloizio Mercadante enfatizou o potencial da parceria estratégica com o estado. Ele mencionou a elaboração de um termo de colaboração abrangente, que incluirá estudos, estruturação de projetos, parcerias com o setor privado e financiamento à indústria, inovação e economia verde. O presidente do BNDES destacou ainda o papel da Bahia como potência na energia limpa renovável, eólica, solar e hidrogênio verde.

Os temas discutidos na reunião incluíram a aplicação de recursos para o desenvolvimento industrial, tecnológico, sustentabilidade e preservação ambiental, bem como a criação e financiamento do Fundo da Caatinga. Além disso, ficou acordada a realização de uma oficina de crédito na Bahia, com a participação de técnicos do BNDES, para oferecer suporte às micro e pequenas empresas.

A comitiva baiana que participou do encontro incluiu os secretários estaduais do Desenvolvimento Econômico, Ângelo Almeida; do Meio Ambiente, Eduardo Sodré; da Infraestrutura, Sérgio Brito; o presidente da Bahiainveste, Paulo Guimarães; e o superintendente de Energia e Comunicações da Secretaria Estadual de Infraestrutura, Celso Rodrigues. A parceria entre o Governo da Bahia e o BNDES promete impulsionar o desenvolvimento econômico e sustentável do estado.

Compartilhe Isso
- Advertisement -