Polícia Civil forma 712 delegados, escrivães e investigadores.

Por Redação
4 Min

Na tarde desta terça-feira (02), a Academia da Polícia Civil da Bahia (Acadepol) celebrou a formação de 712 novos agentes, dos quais 43% são mulheres. Os novos profissionais, provenientes dos cursos de formação para delegado, investigador e escrivão, participaram da solenidade no Centro de Cultura Cristã da Bahia, em Salvador. O evento contou com a presença de autoridades renomadas, como o governador Jerônimo Rodrigues, o vice-governador Geraldo Júnior, o secretário da Segurança Pública, Marcelo Werner, e a delegada-geral da Polícia Civil, Heloísa Brito.

Além dos representantes do governo, estiveram presentes outras personalidades, como o secretário de Administração Penitenciária e Ressocialização, José Antônio Maia Gonçalves, a secretária da Educação, Adélia Pinheiro, e Aldinha Sena, chefe de gabinete da Secretaria de Políticas para as Mulheres, em nome da secretária Elisângela Araújo. Amigos e familiares dos formandos também marcaram presença no evento.

Durante a cerimônia, o governador Jerônimo destacou a importância de investir na Segurança Pública, ressaltando a necessidade de integração entre as forças policiais, a valorização da inteligência e o zelo pelos servidores. Além disso, ele assinou um decreto nomeando os candidatos sub judice.

Uma das novidades anunciadas foi a abertura de propostas de pregão eletrônico para adquirir 500 viaturas, num investimento total de R$ 99,5 milhões. Essa renovação da frota da Polícia Civil visa fortalecer os serviços prestados à população em delegacias, núcleos e coordenações na capital e no interior do estado.

Continua depois da Promoção

O secretário da SSP, Marcelo Werner, ressaltou a contribuição dos novos agentes para a segurança da Bahia, revelando que mais de 300 profissionais estão em formação, totalizando mil novos policiais civis até o meio do ano. O fortalecimento ainda inclui a formação de policiais militares, bombeiros militares e peritos, somando quase 3 mil novos profissionais até o final de 2024.

A turma que se formou foi aprovada no último concurso da Polícia Civil, conforme o edital SAEB 2022. Durante o curso de formação, com 554 horas de duração, os agentes adquiriram conhecimentos teóricos e práticos, realizaram visitas técnicas e estágio supervisionado.

A destacada da turma foi Amanda Rodrigues, investigadora que obteve a maior pontuação do curso com 98 pontos. Para ela, integrar os quadros da polícia judiciária é uma grande honra. A delegada-geral, Heloísa Brito, foi homenageada e nomeou a turma, expressando sua satisfação em receber os novos servidores e facilitar sua integração à Polícia Civil.

A distribuição dos novos policiais civis se dará em todo o território baiano, seguindo critérios de remoção interna para os servidores mais antigos e a ordem de classificação dos formandos. Lacunas de lotação foram preenchidas considerando as demandas regionais por efetivo para fortalecer o combate à criminalidade.

O governador assinou o decreto de nomeação dos formandos, a ser publicado no Diário Oficial do Estado nesta quarta-feira (3). A formação dos novos agentes representa um avanço significativo para a Segurança Pública da Bahia, fortalecendo o trabalho policial e a proteção da população.

Por Anderson Oliveira

Compartilhe Isso
- Advertisement -